Jogos Indie PC

A Magia De Qasir al-Wasat: A Night in-Between

A Magia De Qasir al-Wasat: A Night in-Between

[toggle title=”Informação Geral Sobre o Jogo”]

NOME DO JOGO: Qasir al-Wasat: A Night in-Between

CRIADORES: Aduge

DEMO: Sim

Preço: 7.99 (Desura)

Campanha Steam Greenlight: Sim
[/toggle]

Nós estamos cansados de repetir que o mercado de videojogos independentes está melhor do que nunca, nos últimos anos o seu crescimento não passou despercebido e hoje eles provam que não são necessários milhões para criar experiências sólidas, criativas e capazes de deixar qualquer um boquiaberto. Um dos títulos que mais me surpreendeu pela positiva este ano foi o Qasir al-Wasat: A Night in-Between, um jogo que possui uma magia especial e que foi desenvolvido por um pequeno estúdio independente que fica em Curitiba no Brasil e se chama Aduge.

Uauuuu! Esta foi a primeira expressão que me veio à cabeça quando comecei a jogar Qasir al-Wasat: A Night in-Between, aliás o mesmo sentimento foi partilhado por todos os meus colegas do Gaming Portugal. A história começa com Makhor, uma criatura estranha e inteligente que é um “Goetian Spirit“. Pois bem, Makhor  vive numa dimensão diferente da nossa mas conhece melhor do que ninguém a humanidade e sente-se fascinado por ela.

No passado houve um tempo especial em que as portas entre os dois reinos estavam abertas e Makhor podia vaguear livremente no nosso mundo. Infelizmente esse tempo acabou e as portas encontram-se fechadas, porém subitamente ele sente um chamamento vindo do reino do homem e esta poderá ser uma oportunidade única para Makhor voltar ao nosso mundo.

Qasir al-Wasat: A Night in-Between Screen 1
Makhor é o improvável e misterioso protagonista do jogo…

Desde logo o extraordinário ambiente do jogo destaca-o completamente da concorrência, a equipa deu uma atenção especial à narrativa e à história e isso nota-se a partir do primeiro momento que a aventura começa. Eu senti-me verdadeiramente intrigado, achei o jogo diferente de tudo o que tinha experimentado até à altura e fiquei entusiasmado com o que estava para vir.

Continuando a história, Makhor é então convocado por um poderoso feiticeiro chamado Farid ibn Abihi al-Saahir e responde ao chamamento. Com ele o feiticeiro faz um acordo, ele espera que Makhor elimine três alvos e se for bem sucedido receberá como prémio as armas por eles utilizadas.

O problema é que o castelo sírio não está propriamente vazio, pelo contrário um grande número de guardas patrulha diligentemente todos os seus cantos e à mínima suspeita ataca. Isto poderia ser um problema gigantesco, não fosse Makhor de outra dimensão e praticamente invisível ao olho humano.

Qasir al-Wasat: A Night in-Between Screen 2
Os guardas patrulham incansavelmente o castelo e têm conversas interessantes…

Makhor é mestre em passar despercebido até na mais complicada das situações, o “stealth” é de resto um dos elementos mais fortes deste jogo. A mecânica é simples, nós essencialmente podemos progredir longe do olhar atento dos guardas, no entanto um pequeno barulho pode despoletar o seu interesse, pelo que muitas vezes teremos de entrar em modo “stealth” total no qual a nossa personagem prossegue cautelosamente baixando assim as probabilidades de ser detetada.

Apesar do “stealth” a realidade é que somos nós que escolhemos como vamos jogar, das duas uma, podemos ser super-cautelosos e evitar ao máximo a deteção ou optar por uma abordagem mais violenta e atacar os guardas. É relativamente fácil eliminar um guarda que não está à espera de ser atacado, contudo o sangue pode tornar-se um problema e aumentar a nossa visibilidade. Se isso acontecer vamos necessitar de passar por um dos vários pequenos lagos no interior do castelo de forma a remover os vestígios que podem denunciar a nossa posição.

Qasir al-Wasat: A Night in-Between Screen 3
Quando estamos cobertos de sangue somos fáceis de detetar…

Visualmente Qasir al-Wasat: A Night in-Between é simples mas belo e enquadra-se na perfeição na história e no ambiente. O trabalho artístico é mesmo fenomenal e outro dos elementos diferenciadores deste título que na minha opinião é uma das pérolas independentes que é provavelmente desconhecida para a maior parte dos jogadores.

Nós já o dissemos várias vezes que existem títulos que não se limitam a ser apenas simples videojogos, pelo contrário são experiências artísticas que nos surpreendem e nos fazem suspirar com a sua tremenda criatividade. Não é que Qasir al-Wasat: A Night in-Between possua assim tantas novidades, mas é a forma como conjuga os diversos elementos e oferece-os aos jogadores que o torna numa experiência única.

Qasir al-Wasat: A Night in-Between Screen 4
Não há e nunca houve nada semelhante a Qasir al-Wasat: A Night in-Between…

Aventura; ação; exploração; stealth; uma história muito boa e um ambiente único fazem com que seja fácil apaixonarmo-nos por Qasir al-Wasat: A Night in-Between. Como se isto não fosse o suficiente, o pessoal da Aduge já se encontra a trabalhar na tradução do jogo para português e para pelo menos nove idiomas, ou seja, todos aqueles que têm dificuldades para dominar a língua inglesa têm aqui uma boa razão para comprarem este título.

Se existem videojogos independentes por aí que merecem ser catapultados para a lista de compras obrigatórias deste ano, então Qasir al-Wasat: A Night in-Between é sem dúvida um deles. A Aduge criou aqui um excelente videojogo “polvilhado” de criatividade e brilhantismo, posso até afirmar com muitas certezas que não há e nunca houve nada semelhante a este jogo no mundo do gaming.

Se por acaso ainda existirem jogadores têm dúvidas então experimentem o demo e vejam vocês mesmo aquilo a que me estou a referir. Agora se vocês não se importam, eu vou jogar mais um pouco…

[sws_grey_box box_size=”595″] Se estás a desenvolver um jogo independente ou se achas que nós deveríamos dar destaque no Gaming Portugal a um determinado videojogo, então envia-nos um email em geral [arroba] gamingportugal.com ou visita o nosso fórum oficial e deixa-nos lá a tua sugestão. [/sws_grey_box]

Paulo Figueiredo

Paulo Figueiredo

Editor em Gaming Portugal
O Figueiras é um elemento fundamental do Gaming Portugal e a figura mais respeitada da equipa. A sua vida atarefada e cheia de responsabilidades impede-o de acumular uma posição de maior destaque, embora mesmo se tivesse essa oportunidade o mais certo era ele recusá-la. A sua participação no Gaming Portugal é motivada principalmente pelo gosto por gaming e dá-lhe um prazer especial saber que nesta casa a “independência” é uma característica definidora.
Paulo Figueiredo

Últimos posts por Paulo Figueiredo (exibir todos)

Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.