Artigos Jogos Indie PC

AirBuccaneers: Mais Batalhas Aéreas

AirBuccaneers: Mais Batalhas Aéreas

[gameinfo title=”Informação Geral Sobre o Jogo” game_name=”AirBuccaneers” developers=”Ludocraft” publishers=”” platforms=”PC” genres=”Shooter” preco_justo=”€10.99 (Steam)” data_lancamento=”05 Dezembro 2012″]

AirBuccanners é mais um jogo de batalhas aéreas que, à semelhança do Guns Of Icarus Online, nos coloca um navio voador nas mãos e pede-nos que espalhemos o caos e destruição pelos ares. O jogo foi desenvolvido pela Ludocraft e tem origens num “mod” para Unreal Tournament com o mesmo nome criado em 2004 precisamente por esta equipa. Prepara-te para batalhas épicas, para tomares naves inimigas e trabalhar em equipa de forma a saíres vitorioso do campo de batalha.

Mais do que um simples jogo, AirBuccanners é uma experiência de multi-jogador que se foca na cooperação e obriga-nos a trabalhar em equipa. Este é um título que se enquadra precisamente no mesmo género que o jogo em destaque esta semana no Gaming Portugal, no entanto apesar das similaridades os dois são experiências diferentes e ambas conseguem ser divertidas.

AirBuccaneers1
AirBuccanners é mais uma experiência divertida de batalhas aéreas…

AirBuccanners tem atrás de si uma longa história, primeiro como “mod” e agora finalmente como videojogo “standalone”. Foram muitos anos a alimentar este conceito original e se no passado faltava tecnologia e meios para que eles conseguissem criar o jogo que pretendiam, atualmente esses problemas foram ultrapassados e depois de uma passagem pelo Greenlight da Steam, AirBuccanners chegou ao serviço de distribuição da Valve no passado dia 5 de Dezembro do ano passado.

Ele oferece-nos uma experiência de multi-jogador recheada de ação e um dos aspectos que mais me agradou foi o seu foco no trabalho de equipa. À nossa disposição temos quatro papéis que podemos desempenhar, são eles o “Captain” cujas habilidades se centram mais na condução da nave; o “Defender” que naturalmente possui habilidades mais defensivas; o “Guerrilla” que eu apelidaria de “pau para toda a obra” e o “Cannoneer” que tem uma inclinação natural para os canhões.

AirBuccaneers2
Muita ação, explosões e competição sem tréguas…

O interessante é que não existem classes, ou seja, nós podemos escolher que papel vamos desempenhar e até é possível criar o que seria uma espécie de classe híbrida com um pouco de tudo. Não sei até que ponto isto é uma boa ideia e não coloca problemas de desequilíbrios, mas até este momento eu estou a gostar da ideia.

Passemos então à jogabilidade, pois bem AirBuccanners joga-se como um FPS, inicialmente vamos passar por um tutorial que nos ensina a jogá-lo. Nada de complicado, nós essencialmente começamos do chão e das duas uma, ou podemos entrar numa nave que está em terra e partir em conquista dos céus, ou apanhamos um planador que nos pode transportar para qualquer nave que esteja no ar. Eu gostei da mecânica, mas confesso que achei o planador um pouco ridículo porque nós não temos qualquer controle sobre ele e apenas podemos escolher a nave onde vamos aterrar.

AirBuccaneers3
Prepara-te para trabalhares em equipa ou não vais sobreviver…

Assim que estamos num dos navios voadores a nossa aventura começa. Cabe ao piloto manobrar a nave e partir em busca de inimigos, quando nós finalmente os encontramos podemos atacá-los recorrendo aos poderosos canhões das nossas naves ou às nossas próprias armas. Aliás, até é possível tomar as naves inimigas e participar em batalhas corpo a corpo, existe uma certa liberdade na forma como abordamos as batalhas o que na minha opinião é muito interessante.

Prepara-te também para trabalhares em equipa, sem um trabalho de grupo minimamente coordenado poderá ser difícil manter uma nave no ar durante muito tempo especialmente quando se tenta atacar, defender e reparar a nave ao mesmo tempo.

Embora a experiência seja divertida, a má notícia é que muitas vezes eu não sinto que estou no interior de uma verdadeira estrutura voadora. De vez em quando fiquei com a impressão de que estou a jogar num pequeno pedaço de madeira voador, demasiado instável e quando o número de jogadores aumenta parece não existir muito espaço para nos movimentarmos, o que resulta em momentos de atabalhoamento que não são propriamente agradáveis.

AirBuccaneers4
Embora tenha algumas falhas, AirBuccanners é uma experiência recomendada…

No departamento gráfico AirBuccanners cumpre mas não é refinado, ou seja, ele até possui um visual único e original mas em oposição ao Guns Of Icarus Online que é capaz de nos deixar boquiabertos, este simplesmente não se encontra ao mesmo nível.

Apesar destes pequenos detalhes parece-me que o objetivo principal é cumprido, a ação é divertida e as batalhas podem ser intensas; o trabalho de equipa é essencial; nós podemos tomar naves inimigas e a liberdade no desenvolvimento da nossa classe foi uma excelente ideia.

AirBuccanners pode não ser perfeito mas vale uma vista de olhos.

Marcio Olival

Marcio Olival

Editor em Gaming Portugal
O Márcio é uma das forças editoriais da Gaming Portugal, ele também faz um pouco de tudo mas a sua preferência reside nos artigos de opinião. Regra geral ele não é comedido nas palavras, porém em vez de optar pela dureza extrema ele opta quase sempre pelo sentido de humor.
Marcio Olival
Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.