Jogos Indie Notícias PC

Clandestine: Cooperação e Espionagem

Clandestine: Cooperação e Espionagem

Clandestine é mais um jogo independente que entrou sem muito alarido na Steam mas que se destaca por ser uma experiência de cooperação bastante original e muito divertida. Veste a pele de uma espia ou de um hacker e juntamente com um amigo descobre tudo sobre uma conspiração de espionagem.

O ano é 1996, cinco anos depois da dissolução da União Soviética, quando um conjunto de acidentes e assassinatos de espiões deixam as agências de espionagem de todo o mundo em alerta. Nós acompanhamos as aventuras da agente Katya Kozlova e do hacker Martin Symborski enquanto ambos são destacados para realizarem missões altamente perigosas na Europa e na América do Norte.

Clandestine é de certa forma um jogo único, porque se quem controla a agente Katya Kozlova joga como se um jogo de ação na terceira pessoa se tratasse, já quem controla o hacker Martin Symborski joga como se realmente fosse um hacker. Isso significa que se tu fores o hacker tens o teu computador à frente; poderás aceder às câmaras de filmar; desligar sistemas de segurança e invadir todo o tipo de redes.

Clandestine é uma experiência de cooperação sem igual porque para existir uma boa progressão é absolutamente obrigatório que os dois jogadores comuniquem. O hacker possui uma visão privilegiada do terreno, ele consegue por exemplo marcar alguns inimigos no terreno para que a agente não ande às cegas. Quando a agente necessita de uma password, o hacker pode usar as suas habilidades para invadir uma rede e descobrir a informação necessária.

É por isso que a cooperação neste jogo é tão singular e entusiasmante, porque os jogadores vão realmente necessitar de comunicar para ultrapassarem obstáculos. De certa forma é uma emulação do que aconteceria na vida real e o resultado não poderia ser mais interessante.

A Logic Artists teve a audácia de experimentar algo novo numa atitude cada vez mais típica do mercado independente de videojogos de onde têm saído cada vez mais títulos polvilhados de originalidade. Clandestine é um desses casos, embora esteja compreensivelmente uns furos abaixo dos grandes títulos de “stealth” disponíveis no mercado, ele compensa com a originalidade da experiência.

Clandestine encontra-se neste momento disponível na Steam em tem vindo a acumular análises muito positivas dos utilizadores. Se procuras por um bom jogo de cooperação com um conceito único, então vale a pena dares uma vista de olhos a este título.

Gualter Honrado

Gualter Honrado

Editor em Gaming Portugal
O Gualter é uma daquelas pessoas que deve ser hiperativa e nunca chegou a ser diagnosticada. O homem trabalha rápido e move-se nos “meandros” do mundo do gaming com uma agilidade tal que é uma espécie de “sniper” cá da casa. Ele dedica-se a um pouco de tudo, notícias; grandes jogos; jogos independentes; previews e ainda arranja tempo para jogar. O seu jogo preferido é o Portal.
Gualter Honrado

Últimos posts por Gualter Honrado (exibir todos)

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.