Notícias PC

Comando Steam: Demo de Jogabilidade

Comando Steam: Demo de Jogabilidade

A Valve prepara-se para entrar na sala de estar em força, todavia o “Steam Box” de que tanto se falava multiplicou-se e o que vamos ter agora são as “Steam Machines“. Elas são plataformas de gaming para a sala de estar, vão correr o sistema operativo da companhia chamado SteamOS e muitas delas talvez tragam consigo também o revolucionário comando que promete oferecer uma jogabilidade quase tão precisa como a clássica “teclado + rato“.

A Valve surpreendeu tudo e todos, as “Steam Machines” serão um género de consolas de nova geração e provavelmente muitas delas serão capazes de rivalizar com os colossos da Sony e Microsoft. Se tudo correr bem para a Valve o mercado das consolas poderá sofrer um forte abanão com maior concorrência e alternativas para os gamers.

Na teoria as “Steam Machines” parecem ser as máquinas de gaming perfeitas. Através delas vamos poder aceder a toda a nossa biblioteca de jogos Steam e com um sistema operativo gratuito isso significa que não será complicado para outras companhias lançaram os seus próprios produtos baseados na Steam.

Gabe Newell falava em grandes planos para o futuro e sempre disse que a Valve queria fazer muito mais do que todas as outras companhias. O seu novo comando é um exemplo perfeito disso, embora tenha sido alvo de algumas críticas é inegável que estamos perante uma evolução do comando moderno, chamemos-lhe o “comando moderno reinventado” que vai tentar preencher a lacuna entre o controle ultra-preciso que nos proporciona o “teclado +rato” e todos os comandos que existiam até à data.

O comando Steam pode muito bem estabelecer o padrão para o futuro dos comandos e apesar de a ideia em si não ser nova, a Valve parece ter acertado em cheio na sua aplicação. Ora vejam o vídeo em baixo:

[tabs tab1=”Opinião Gaming Portugal”]
[tab]

Esta é a primeira vez que nós vemos um comando que tem potencial para aproximar a experiência de jogabilidade clássica do “teclado + rato” com a do comando numa consola tradicional. A diferença que é mais significativa nos FPS’s sempre foi alvo de muito debate no seio da comunidade de gaming e até à data poucos conseguiram apresentar alternativas funcionais. O comando Steam parece ser uma delas e o melhor é que a Valve planeia realizar ainda mais mudanças de acordo com o “feedback” dos gamers e dos criadores de videojogos.

O futuro é ainda uma incógnita mas nós acreditamos que as consolas de nova geração da Sony e Microsoft vão ter nas “Steam Machines” concorrentes de peso, o que por sua vez poderá ajudar a equilibrar o mercado, estimular mais concorrência e melhorar muito a vida dos gamers.

[/tab]
[/tabs]

Diogo Mota

Diogo Mota

Editor-Chefe em Gaming Portugal
O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.
Diogo Mota
Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Ao continuares a utilizar este website, concordas com a utilização de cookies. mais informação

Neste website as opções de cookies estão activas para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Se continuares a usar este website sem mudares as tuas opções de cookies ou se clicares em "Aceitar", então estarás a consentir a sua utilização.

Fechar