Notícias PC PS3 Xbox 360

Crytek Espera Que CryEngine Domine No Futuro

Crytek Espera Que CryEngine Domine No Futuro

Cada vez se fala mais sobre a próxima geração de videojogos e recentemente tanto o Luminous Studio como o Unreal Engine 4 deram-nos um pequeno vislumbre do seu potencial. Mas estes não são os únicos “players” no mercado, a Crytek também está na corrida e afirma que o CryEngine 3 já consegue oferecer um grafismo tão bom como o Unreal Engine 4.

Tal como eu já referi no passado, o Unreal Engine 3 é de longe o motor gráfico mais utilizado em videojogos, algo que acontece graças à sua solidez e adaptabilidade. Olhando para o que se passa hoje, é natural que uma previsão aponte o Unreal Engine 4 como o escolhido pela maior parte das companhias num futuro próximo, mas o CEO e presidente da Crytek, Cevat Yerli tem uma palavra a dizer sobre isso:

A única coisa que eu posso dizer é que o CryEngine 3 já possui a qualidade do Unreal Engine 4. Já existe há três anos e se vocês repararem nos vídeos do inicio, o que nós mostrámos é o que o Unreal Engine 4 apresenta agora e  nós ainda nem apresentámos as novidades mais frescas.

Brevemente vocês vão ver a evolução do CryEngine, mas como nós já dissemos, o CryEngine 3 já é um motor gráfico da próxima geração desde há três anos para cá.

Para alguns gamers Cevat Yerli pode ter exagerado a “vender o seu peixe” mas há um fundo de verdade no que ele diz. Se olharmos para os títulos que fazem uso do CryEngine 3 é inegável que regra geral todos possuem uma qualidade acima da média, a maior referência é obviamente o Crysis 2.

Depois há outro detalhe que foi óbvio para muitos de nós, o CryEngine 3 não está a explorar todo o seu potencial devido à limitação das consolas. Voltando ao Crysis 2, todos se recordam quando o jogo saiu no PC e foi fortemente criticado pelas suas limitações gráficas. Pouco tempo depois a Crytek realizou updates gráficos significativos tornando um jogo que já era visualmente bom em qualquer coisa espantosa.

É portanto óbvio que ainda se coloca muito o “pé no travão” no que diz respeito a desenvolver para este motor gráfico, mas o mesmo acontece com outros motores. Talvez não no Unreal Engine 3, porque esse foi tão explorado que se fez quase tudo o que é possível fazer com ele, mas se o Unreal Engine 4 for semelhante de certeza que apenas vimos a “ponta do icebergue“.

A Crytek defende o seu motor e ainda bem que isso acontece, mas parece demasiado prematuro afirmar que motor X é melhor do que Y, até porque a ser verdade existem outros factores determinantes. Por exemplo apesar da prestação do CryEngine ser muito boa nas consolas, eu sou da opinião que o Unreal Engine 3 porta-se muito melhor.

O tempo dirá qual será o mais utilizado, já nós gamers, desde que sejam jogos de qualidade nós ficamos satisfeitos independentemente do motor em que correm.

Diogo Mota

Diogo Mota

Editor-Chefe em Gaming Portugal
O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.
Diogo Mota
Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.