Jogo Da Semana Jogos Indie PC

Jogo Da Semana: Gunpoint

Jogo Da Semana: Gunpoint

[gameinfo title=”Informação Geral Sobre o Jogo” game_name=”Gunpoint” developers=” Suspicious Developments” publishers=”” platforms=”PC” genres=”Ação, Estratégia, Indie, Platformer” preco_justo=”€9.99 (Steam)” data_lancamento=”03 Junho 2013″]

Gunpoint é um pequeno e modesto jogo independente que foi desenvolvido pelo Tom Francis, que para quem não sabe até há algum tempo atrás escrevia para a PC Gamer. Pois bem, graças ao sucesso do seu título ele acabou por dedicar-se a tempo inteiro à criação de videojogos e não é caso para menos, é que Gunpoint é uma daquelas pérolas cuja qualidade e originalidade são capazes de surpreender.

Gunpoint é um jogo de puzzles e plataformas 2D com fortes elementos de “stealth“, nele nós vestimos a pele de um espião “freelancer” que é especialista na infiltração em instalações de forte segurança. Nós jogamos Gunpoint como se de um jogo de plataformas se tratasse, embora o “stealth” e a habilidade da nossa personagem que nos permite “hackar” e reprogramar tudo o que é circuitos também faça com que tenha um elemento de estratégia associado.

A nossa habilidade principal chama-se “Crosslink” e ela permite-nos “brincar” com os circuitos de forma a abrirmos portas, apagarmos luzes e por aí fora. A nossa criatividade vai determinar o quão bem sucedidos nós somos, podemos tentar uma abordagem mais silenciosa onde não somos obrigados a atacar guardas, ou uma mais barulhenta que envolve alguma violência.

Gunpoint é mais um jogo que se vale da sua simplicidade para nos proporcionar uma experiência enriquecedora, viciante e extremamente divertida. Pode não ser o jogo mais longo que por aí anda, mas é com certeza um dos mais originais e pelo preço reduzido de €9.99 no Steam vale definitivamente uma vista de olhos.

Se ainda não tens certezas dá uma vista de olhos pelo demo e toma a tua decisão.

Paulo Figueiredo

Paulo Figueiredo

Editor em Gaming Portugal
O Figueiras é um elemento fundamental do Gaming Portugal e a figura mais respeitada da equipa. A sua vida atarefada e cheia de responsabilidades impede-o de acumular uma posição de maior destaque, embora mesmo se tivesse essa oportunidade o mais certo era ele recusá-la. A sua participação no Gaming Portugal é motivada principalmente pelo gosto por gaming e dá-lhe um prazer especial saber que nesta casa a “independência” é uma característica definidora.
Paulo Figueiredo

Últimos posts por Paulo Figueiredo (exibir todos)

Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Ao continuares a utilizar este website, concordas com a utilização de cookies. mais informação

Neste website as opções de cookies estão activas para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Se continuares a usar este website sem mudares as tuas opções de cookies ou se clicares em "Aceitar", então estarás a consentir a sua utilização.

Fechar