Artigos PC

PC: A Melhor Prenda De Natal Este Ano

PC: A Melhor Prenda De Natal Este Ano

Se há coisa que eu não sou é um “fanboy” e desenganem-se aqueles que julgam que este artigo foi redigido por um fanático de PC, porque não é esse o caso. É verdade que o computador é a minha plataforma preferida, no entanto isso não me impede de encarar as consolas como uma excelente alternativa e perceber todos os gamers que as preferem em detrimento do PC.

O Natal aproxima-se e por esta altura são vários os gamers que pensam sobre a sua prenda de Natal. Uns recebem-nas dos pais, outros compram-nas eles próprios e a única certeza é que todos vão acabar por jogar alguma coisa nova este Natal. O meu artigo concentra-se nas plataformas de gaming, ou seja, ele é dirigido principalmente a todos aqueles que estão a pensar em comprar uma nova plataforma ou no caso do PC, fazer um upgrade à sua.

Desde já deixem-me que vos diga:

O PC é de longe a melhor prenda que um gamer pode receber este ano.

Eu sei que alguns gamers podem ficar incomodados com esta afirmação, mas eu defendo-a considerando também o aspecto económico, que como todos sabem é muito importante nos dias que correm. Com isto quero dizer que tendo em conta a relação preço/ qualidade e aspectos como a poupança a longo prazo, nesta altura é-me impossível recomendar outra plataforma de gaming que não seja o PC.

Porquê? Boa pergunta e aqui está a resposta:

  • 1. Relação Preço / Qualidade

Alguns gamers poderão alegar que o PC é uma plataforma bem mais cara do que uma consola. Isso é verdade se estivermos a falar em consolas como a PS3 ou a Xbox 360 que estão na fase final do seu ciclo de vida, mas a realidade é que se compararmos o preço de uma nova consola no mercado com um PC, a diferença não é assim tão grande (salvo exceção para as Nintendo).

Concordo que o PC e principalmente um bom PC, será sempre mais caro, no entanto a qualidade também é bastante superior visto ele ser mais do que uma máquina de gaming.

É um pouco injusto “meter todas as plataformas no mesmo saco” mas voltando ao preço, sim o gamer vai pagar um pouco mais pelo PC contudo não só vai ficar mais bem servido como a longo prazo irá gastar muito menos dinheiro em upgrades. Já para não falar sobre o preço dos jogos que é o próximo ponto.

  • 2. Preço Mais Baixo Dos Jogos

A distribuição digital transformou o gaming no PC e as constantes promoções realizadas por serviços como a Steam; a Gamersgate; a Gamesplanet; a Origin; o Green Man Gaming; a Amazon e já deu para perceber?

Todos estes serviços têm promoções durante o ano inteiro TODOS OS DIAS! Já para não falar das mega-promoções especiais como as de Natal ou de Férias  que todos eles fazem e onde é possível comprar videojogos com 50%, 75%, ou até 95% de desconto.

A conclusão: em média os jogos de PC são bastante mais baratos do que os das consolas e a longo prazo isso traduz-se numa grande poupança.

  • 3. A Distribuição Digital

A distribuição digital é hoje a regra no gaming no PC e é em parte responsável pela sua recente hegemonia. As consolas também já lhe começam a dar uso, no entanto a escala no PC é maior e a concorrência trouxe consigo um equilíbrio nos preços.

Todos os grandes lançamentos no PC podem ser adquiridos em formato digital a preços tão competitivos como no formato físico, ora isto significa que nós nem sequer precisamos de sair de casa para adquirir e começar a jogar um determinado jogo.

De facto atualmente é possível pré-comprarmos um jogo no PC, realizarmos o seu pré-carregamento dias antes do lançamento e começar a jogar no momento exato em que ele é lançado. Filas nas lojas? Nhaaa.

  • 4. Os Tais Upgrades

Vamos partir do principio que um gamer adquire um bom computador para gaming, o mais provável é que durante algum tempo ele nem sequer precise de lhe mexer. Quando eventualmente chegar essa altura, a mudança mais comum é a da placa gráfica que é um dos componentes mais importantes no que diz respeito a jogos.

Será possível realizar uma compra de acordo com o orçamento de cada um, a gama de preços varia e vai desde números inferiores a cem euros até quase aos mil.

Na realidade por menos de 200€ é possível meter as mãos em cima de uma boa placa gráfica e que é capaz de durar um bom tempo. A qualidade gráfica neste momento encontra-se a um nível que nem sequer pode ser comparado às consolas disponíveis no mercado.

  • 5. Jogos Independentes; Jogos Grátis; MMO’s; Mods

Há muito por onde escolher no PC, para além dos jogos de grande orçamento temos os famosos “indies” a preços baixos; um grande número de jogos que são totalmente gratuitos; um enorme catálogo de MMO’s e não podemos esquecer os “mods“.

O gamer do PC possui escolha e não existem grandes barreiras financeiras, à falta de dinheiro ele pode limitar-se a desfrutar de jogos grátis e a boa notícia é que existem cada vez mais que rivalizam com os pagos e inclusive são melhores do que muitos deles.

  • 6. Instalar é Clicar

Houve tempos em que o PC era encarado como uma plataforma complicada, era necessário instalar os jogos que ocasionalmente não eram compatíveis com um determinado sistema, o que nos deixava à “beira de um ataque de nervos“. Hoje esses problemas são em muito menor número, instalar um jogo de PC é tão fácil como fazer uns cliques e serviços como o Steam encarregam-se de instalar e atualizar os jogos automaticamente.

A lista continua e eu poderia enumerar 100 razões pelas quais o PC é neste Natal a prenda ideal para um gamer. Mas voltemos à frase chave:

“Poupança a longo prazo”

Por mais voltas que queiramos dar nós precisamos de ser objetivos principalmente num país que se encontra mergulhado numa profunda crise económica. Ora objetivamente o PC é hoje uma plataforma de gaming superior que nos vai permitir fazer grandes poupanças no futuro, seja em videojogos, componentes ou acessórios. É tão simples como isto meus amigos!

Peço finalmente que não me interpretem mal, não estou a querer obrigar os fãs de consolas a comprarem computadores pois isso seria absurdo. Pelo contrário este pequeno artigo serve apenas para desmistificar um pouco o gaming no PC e informar devidamente todos aqueles que ponderam uma mudança. As consolas continuarão a ser máquinas espetaculares e muito divertidas, mas que se preparem as carteiras porque a longo prazo elas saem muito mais caro do que um computador.

Diogo Mota

Diogo Mota

Editor-Chefe em Gaming Portugal
O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.
Diogo Mota
Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.