Home » Artigos » Jogos Indie » Platformines: Tu Vais Querer Jogá-lo!

 

Platformines: Tu Vais Querer Jogá-lo!

Platformines: Tu Vais Querer Jogá-lo!

Informação Geral Sobre o Jogo

NOME DO JOGO: Platformines

CRIADORA: Magiko Gaming

DISTRIBUIDORA: Magiko Gaming

PLATAFORMAS: PC

GÉNERO: Ação / Aventura / RPG

PREÇO JUSTO: entre 5€ e 10€

Existem aqueles jogos que possuem a capacidade única de nos conquistarem a partir do primeiro momento que nós os começamos a jogar. Platformines é um deles, este divertido e original jogo de plataformas e ação 2D que possui um estilo “retro” misturado com elementos de RPG, é uma experiência que tu simplesmente não podes deixar passar ao lado.

Da autoria da Magiko Gaming, este jogo é a mais recente criação de um estúdio independente com uma tendência natural para jogos com um “feeling” retro. Até agora eles já lançaram quatro jogos e Platformines é o seu projecto mais recente.

Desde já é importante falar sobre a ideia do jogo. Platformines é do meu ponto de vista bastante interessante porque mistura um grande número de elementos. Nós temos aqui um título que é um jogo de plataformas e é simultaneamente um “shooter”  que possui elementos de RPG e pelo meio mete também exploração. Alguém poderá por esta altura dizer:

Mas que bela salada russa estes tipos me foram arranjar!

platformines-1

Platformines mistura vários elementos mas funciona na perfeição…

A questão aqui é que esta é uma daquelas “saladas russas” deliciosas que todos vão querer provar. Perdoem-me a analogia com comida, o que eu quis dizer é que em Platformines uma mistura que no papel poderia parecer demasiado ambiciosa e potencialmente condenada ao fracasso, acaba por funcionar na perfeição e confere-lhe um estilo único.

Há falta de adjectivos que consigam descrever com exatidão a experiência por mim registada ao jogar o demo grátis e no bom estilo de simplicidade adotado pelo próprio jogo, deixem-me que vos diga que Platformines é muito fixe!

Eu sei, eu sei, a descrição de um jogo apenas como “muito fixe” talvez pareça um pouco redutiva e nada satisfatória mas continuem a ler este artigo e vão perceber porquê que neste caso em particular ela encaixa como um valente elogio.

platformines-2

Quem disse que os 16 bits tinham passado de moda?

Eu sou um apaixonado por jogos “retro“, os clássicos 2D de final dos anos 80 e durante grande parte dos anos 90 fascinam-me. Muitos chamam-lhe a “Era De Ouro” do gaming onde existiam muitas companhias a aventurarem-se por terrenos desconhecidos e que criavam jogos no meio de grandes incertezas. Os gamers, esses eram curiosos e estavam sempre receptivos a novas ideias, a regra era o divertimento simples e imediato até porque os tempos eram outros e as limitações tecnológicas não permitiam mais.

Esses tais jogos que agora são vistos como clássicos de um passado recordado com nostalgia, eram também o reflexo do entusiasmo, experimentação e divertimento que se vivia no mundo do gaming na altura. Talvez seja por isso que ocasionalmente nós vemos companhias a tentarem replicarem-nos em versões modernas e evoluídas. Vamos voltar ao Platformines não vá eu perder-me no meio das minhas reflexões.

Platformines possui esse “feeling” retro que ultimamente tem conquistado o interesse do grande púbico. No jogo nós embarcamos numa viagem para descobrir os mistérios de uma rede gigantesca de minas, que como não poderia deixar de ser, está cheia de inimigos, armadilhas e tesouros. Os mundos são gerados aleatoriamente tal como as armas e nós podemos costumizar as nossas personagens, vender ou comprar upgrades e itens que nos vão permitir explorar com maior segurança as perigosas minas.

platformines-3

Cuidado, as minas de Platformines podem ser perigosas…

Platformines joga-se como qualquer outro título de plataformas 2D e apesar do seu grafismo de 16 bits simples e muito “retro style“, é um jogo bonito e bem trabalhado. Há inclusive uma opção na qual podemos aumentar o “zoom” do jogo e observar com maior detalhe os cenários, as personagens e o mundo vibrante e recheado de cores deste jogo. Quem disse que os 16 bits passaram de moda estava redondamente enganado e este jogo é a prova viva de que eles funcionam.

A jogabilidade é simples e inclui saltos e mais saltos, aliás ao contrário da maior parte dos jogos de plataformas que se ficam pelo duplo salto, neste a nossa personagem vem equipada com umas botas especiais que lhe permitem realizar até cinco saltos seguidos (talvez mais com upgrades). Algo que será bastante útil porque as minas são autênticos labirintos e só poderemos alcançar algumas áreas com esses saltos, pelo outro lado esta habilidade também nos permite amparar quedas e realizar grandes descidas em velocidade sem receio de sofrer danos.

A nossa missão é explorar e ao mesmo tempo ir melhorando a nossa personagem. A aventura começa a partir de uma área especial onde se encontra uma loja, um cofre onde podemos guardar itens, um “save point” e um pequeno idoso que nos fornece toda a informação necessária que precisamos para jogar. Foi dada uma atenção especial ao bom humor em Platformines, o estilo 16 bits bem como a multiplicidade de cores e as personagens engraçadas, todos ajudam a tornar a experiência mais divertida e memorável.

platformines-4

Esta é uma das muitas personagens loucas que podemos criar…

Mesmo no “demo” que possui as suas limitações, o jogo já tem muito para nos oferecer. Existem várias armas; upgrades; áreas enormes para explorar; vários inimigos e de acordo com a própria Magiko Gaming o jogo completo terá uma duração de 6 a 10 horas.

Eu gostei de Platformines, o jogo emana uma “coolness” da qual poucos se devem recordar, ele utiliza várias referências dos clássicos de outros tempos e ao mesmo tempo é uma experiência de jogo moderna que tem muito para oferecer. Talvez no papel este fosse um jogo improvável e se eu não me engano seriam muito poucas as editoras a darem-lhe uma oportunidade. A nossa sorte é que o mercado de jogos independentes está melhor do que nunca e existem hoje vários mecanismos que permitem às companhias encontrarem formas alternativas de distribuírem as suas criações.

Platformines é um videojogo com um enorme potencial e caso seja bem sucedido a Magiko Gaming já tem planeadas grandes novidades para as sequelas como modos de multijogador; de cooperação; a possibilidade de criarmos os nossos próprios itens e a lista continua. Eu espero sinceramente que cada vez mais gamers o experimentem e fiquem tão surpreendidos como eu fiquei, a glória dos 16 bits está de volta e não poderia ser mais divertida.

Não se esqueçam de contribuir também com o vosso apoio na campanha no Steam Greenlight que está neste momento a decorrer. Vamos garantir a entrada deste jogo no Steam, ele merece!

[sws_grey_box box_size="595"] Se estás a desenvolver um jogo independente ou se achas que nós deveríamos dar destaque no Gaming Portugal a um determinado videojogo, então envia-nos um email em geral [arroba] gamingportugal.com ou visita o nosso fórum oficial e deixa-nos lá a tua sugestão. [/sws_grey_box]

Última atualização Dezembro 8, 2012 às 18:46

Partilha este artigo nas redes sociais:

 

Artigos Relacionados: