Home » Review » Kentucky Route Zero: Ato 1 Review

 

Kentucky Route Zero: Ato 1 Review

Kentucky Route Zero: Ato 1 Review
8.0 Avaliação
Apresentação: 8/10
Grafismo: 8/10
Jogabilidade: 8/10

Atmosfera bastante imersiva e misteriosa, visualmente apelativo com um design gráfico excelente.

O sentimento de insatisfação que algumas opções de diálogo causam.

Informação Geral Sobre o Jogo

NOME DO JOGO: Kentucky Route Zero: Ato 1

CRIADORA: Cardboard Computer

PLATAFORMAS: PC

GÉNERO: Aventura

PREÇO JUSTO: €5.25 (ato 1) | €18.76 (todos os atos)

DATA DE LANÇAMENTO: 07 Janeiro 2013

As aventuras “point and click” há muito tempo que fazem parte das nossas vidas e do nosso imaginário, enchendo-nos de muitas aventuras e puzzles para resolver. Elas conseguem-nos transportar para mundos envolventes onde queremos estar por longas horas, só para resolver mais aquele puzzle, só para saber o que é que a história nos reserva e que surpresas se avizinham.

O primeiro episódio de Kentucky Route Zero consegue corresponder quase na sua totalidade a esta designação, mas fá-lo de uma forma algo estranha, sombria e com muito mistério à mistura. Kentucky Route Zero é um jogo que tem como objectivo, e como já tem vindo a ser habitual noutros jogos, ser lançado por episódios. Este primeiro, separado por cinco atos, traz-nos ambiência, arte, estilo, graciosidade e um grafismo inspirador e bastante sólido.

kentucky1

O mundo de Kentucky Route Zero é sombrio mas envolvente…

Nesta aventura controlaremos Conway, um estafeta que conduz a sua carrinha de antiguidades e que a determinada altura faz uma paragem numa bomba de gasolina para pedir informações sobre o seu destino misterioso. É neste momento que o jogo nos convida a fazer parte da sua narrativa e abre-nos o leque da sua jogabilidade.

É através de diálogos que iremos interagir e conhecer as personagens com que nos cruzamos e é também através deles que iremos descobrir informações adicionais sobre a nossa personagem. A tomada de decisões também é uma constante, mas estas têm muito pouca relevância para a progressão da história.

Alguns dos diálogos que estabelecemos e decisões que tomamos parecem pouco relevantes, sem qualquer influência ou repercussão para o desenrolar da aventura. Um dos casos onde isso é mais notório, é quando inserimos uma “password” num computador com pistas que nos são dadas anteriormente, mas na realidade não importa aquilo que estamos a introduzir, o resultado vai acabar por ser sempre o mesmo.

kentucky3

Alguns diálogos são interessantes mas a têm pouca relevância no desenrolar da história…

Por outro lado, certos diálogos são bastante interessantes, estes, dão-nos informações curiosas sobre o nosso protagonista, como é o caso da relação que temos com um dos nossos companheiros, um cão que nos vai acompanhando e através do qual travamos monólogos ocasionais, sendo que desta forma ficamos a saber mais sobre quem é a personagem que controlamos. Surgindo como uma colaboração da narrativa, isto faz com que a informação surja de forma natural sem nunca a estar a impor ao jogador.

Visitaremos vários locais neste primeiro episódio, um deles é uma mina abandonada e é aqui que iremos conhecer a segunda personagem controlável, Shannon, embora esta não traga nada de novo à mecânica já existente. De salientar também o contraste muito interessante que o jogo faz entre a luz e a escuridão, que em determinadas ocasiões, teremos que jogar com elas para desvendar objectos que brilham no escuro.

kentucky2

O contraste entre a luz e a escuridão fazem parte da jogabilidade…

Kentucky Route Zero não é muito mais que isto, é uma proposta interessante, cheia de mistérios e rica em personagens cativantes. Tem uma excelente atmosfera, é um jogo bonito e é um prazer apreciá-lo com pormenores genuínos que fazem dele uma experiência única, envolvente e emotiva.

A toda a experiência juntam-se também efeitos de som que a ajudam a ser ainda mais memorável e embrenham-nos harmoniosamente num universo onde ainda há muito para desvendar. É verdade que não chegamos a grandes conclusões neste primeiro episódio, mas também é verdade que criamos uma relação com Conway e queremos saber mais sobre ele, sobre o seu passado e desvendar os mistérios do seu presente para saber se nos próximos atos o seu papel revelará um futuro melhor.

Partilha esta review nas redes sociais:

 

Kinguin.pt "Encontra, faz o Download e Joga":

  • André

    hum parece interessante. Boa análise. Devo experimentar!