Notícias PC 2

The Elder Scrolls Online Anunciado

The Elder Scrolls Online Anunciado

O que não faltam por aí são MMO’s, existem títulos para todos os gostos e em 2013 um dos “franchises” mais poderosos do mundo do gaming vai aventurar-se no mundo dos MMO’s. The Elder Scroll Online promete ser um MMORPG massivo e um concorrente de peso para os líderes de mercado.

O jogo está a ser desenvolvido pela Zanimax Online Studios, um estúdio que foi criado pela Bethesda para se dedicar unicamente a MMO’s da companhia. A ação do jogo vai decorrer mil anos antes dos eventos em Skyrim e o objetivo no mínimo ambicioso é o de criar o melhor MMO jamais feito.

Com um longo trabalho pela frente, a Zanimax sabe que não será nada fácil superar MMO’s como o World Of Warcraft ou o mais recente Star Wars : The Old Republic, não esquecendo que este ano também vai marcar o lançamento de títulos como o Firefall, Guild Wars 2 e muitos mais.

Até à data não sabemos se The Elder Scrolls Online será “free-to-play” ou “pay-to-play“, no entanto o mais provável é que seja seguido o formato grátis. Aqui fica o trailer.

Marcio Olival

Marcio Olival

Editor em Gaming Portugal
O Márcio é uma das forças editoriais da Gaming Portugal, ele também faz um pouco de tudo mas a sua preferência reside nos artigos de opinião. Regra geral ele não é comedido nas palavras, porém em vez de optar pela dureza extrema ele opta quase sempre pelo sentido de humor.
Marcio Olival
Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

2 Comentários

  • Responder
    Stayler
    6 de Maio de 2012

    Mais provável é que seja seguido o formato grátis. Voce tem certeza, bem eu adoraria se fosse F2P mas como e um novo jogo e um bem famoso tumbem. Eu acho que talves eles vão fazer ser P2P. O que faz você achar que poderia ser F2P?

    • Marcio Olival
      Responder
      Marcio Olival
      6 de Maio de 2012

      Olá Stayler, na minha opinião pessoal tendo em conta a concorrência no mercado e sobretudo os títulos de enorme qualidade que vão ser lançados no formato F2P até 2013, é difícil imaginar que existirá espaço para mais um P2P. Tendo em conta também a conjuntura económica mundial a obrigatoriedade de uma mensalidade pode afastar muitos potenciais jogadores, por exemplo o SWTOR começa a sofrer com isso.

      Para além disso o formato free-to-play tem-se revelado uma verdadeira “mina de ouro” para algumas companhias e em muitos casos consegue ser mais rentável do que os P2P.

      O peso do franchise The Elder Scrolls é considerável e poderia justificar um P2P. No entanto com o SWTOR apesar de ele ser ainda maior os últimos indicadores revelam que são cada vez menos os gamers que o jogam.

Deixe um comentário

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.

%d bloggers like this: