Notícias Xbox One

Xbox One: Microsoft Defende Não à Retrocompatibilidade

Xbox One: Microsoft Defende Não à Retrocompatibilidade

Os últimos dias não têm sido bons para a Microsoft, a apresentação da Xbox One foi uma desilusão para os gamers e um grande número de notícias relacionadas com a nova consola são no mínimo perturbadoras. Ontem a companhia continuou com as declarações controversas ao defender com alguma imaturidade a sua decisão de dizer não à retrocompatibilidade.

Agora foi a vez de Don Mattrick afirmar que a falta da retrocompatibilidade não é um problema porque apenas 5% dos consumidores joga títulos de outras gerações. Segundo ele, não faria sentido investir tempo e recursos para criar tecnologia que permitisse aos gamers desfrutarem de jogos da geração anterior em novas máquinas.

Ora o que Don Mattrick se terá convenientemente esquecido é do PC, uma plataforma que sempre foi retrocompatível e na qual essa caraterística é tida como um dos seus pontos fortes. Ele também não se deve ter lembrado que existe um serviço de distribuição digital extremamente bem sucedido chamado GOG.com que dedica a maior parte do seu trabalho precisamente à tal retrocompatibilidade.

Mas o pior destas declarações foi quando ele deu a entender que se nós formos apologistas da retrocompatibilidade, somos também antiquados. A insinuação é tão absurda que quase parece uma brincadeira de mau gosto e não poderia ter surgido em pior altura.

Escusado será dizer que muitos gamers ficaram à beira de um ataque de nervos, o que é totalmente compreensível porque as declarações de Mattrick roçaram o imaturo e por estranho que pareça, isso é sempre mau no mundo dos videojogos.

Obrigado, Gamespot e The Wall Street Journal

Helio Costa

Helio Costa

Editor em Gaming Portugal
Apesar de ser editor, juntamente com o Diogo encarrega-se de gerir toda a equipa, é uma espécie de terceiro “boss” que muitas vezes acaba por ser o primeiro. Para além de escrever para o website ele é responsável pela verificação de conteúdo e por corrigir muitas das falhas que nós cometemos quando queremos trabalhar rápido demais.
Helio Costa

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixa um comentário

Sê o primeiro a comentar!

Notificações de
avatar
wpDiscuz

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.