Notícias PC

DayZ o Jogo: Bohemia Temeu Má Reação Dos Fãs

DayZ o Jogo: Bohemia Temeu Má Reação Dos Fãs

DayZ foi seguramente uma das sensações do ano e quiçá, o grande título deste Verão. Sozinho o modesto “mod” catapultou o ARMA II: Combined Operations para o topo da lista dos jogos mais vendidos do Steam, aliás neste momento ele ainda se encontra numa notável terceira posição.

Nós sabemos que estamos perante algo especial quando todos querem desfrutar da experiência e foi isso que aconteceu com DayZ. O criador Dean Hall estava longe de imaginar que o seu “mod” de sobrevivência realista que conta a história de um sobrevivente no meio de um apocalipse de zombies, se tornasse num sucesso de proporções gigantescas. Hoje sabe-se que DayZ caminha a passos largos para deixar de ser um mod e transformar-se num videojogo, o futuro é promissor e nós não podíamos estar mais curiosos sobre o que se vai passar durante os próximos meses.

Depois de várias propostas de outras companhias, Dean Hall acabou por optar por aquela com a qual já trabalhava. A Bohemia por sua vez não deixou escapar a oportunidade e é assim que DayZ se vai transformar num dos videojogos mais promissores dos últimos anos. Mas apesar da passagem para videojogo parecer natural, a Bohemia teve algum receio de como os fãs iriam reagir ao anúncio.

A companhia temeu que alguns gamers se sentissem injustiçados e que se levantasse uma pequena onda de contestação. Felizmente isso não aconteceu, a maior parte reagiu de forma positiva compreendendo que de facto o “mod” cresceu tanto que a sua passagem para videojogo era inevitável e necessária.

Mesmo assim o desenvolvimento do “mod” não será abandonado tão cedo, durante os próximos meses vão continuar a sair updates e até que a primeira versão do jogo DayZ esteja preparada nós ainda vamos ter muito para jogar.

Obrigado, MCV

Marcio Olival
O Márcio é uma das forças editoriais da Gaming Portugal, ele também faz um pouco de tudo mas a sua preferência reside nos artigos de opinião. Regra geral ele não é comedido nas palavras, porém em vez de optar pela dureza extrema ele opta quase sempre pelo sentido de humor.

Também poderás gostar de: