Notícias PC 2

DICE Diz Que Consolas Limitam PC’s

As recentes imagens e vídeos do muito esperado Battlefield 3 provam que a DICE não está para brincadeiras e aposta forte na versão do PC. Recentemente o produtor executivo Patrick Bach revelou à GeForce.com que as companhias cometem um erro ao projectarem os seus jogos primeiro para as consolas e só depois para o computador.

Os protestos dos jogadores de PC têm aumentado nos últimos anos porque segundo eles, as companhias de videojogos estão mais preocupadas com as consolas do que com os computadores e isso traduz-se em cada vez mais conversões do que jogos especificamente trabalhados para o PC. O recente Crysis 2 foi um exemplo perfeito disso mesmo e voltou a levantar a discussão.

Mas eis que a DICE aparece em defesa dos computadores, recentemente em entrevista à GeForce.com, Patrick Bach que é o produtor executivo do Battlefield 3 revelou algum descontentamento com o facto de muitos jogos serem projectados para consolas e depois convertidos para computador, porque considera que dessa forma eles nunca tiram partido da máquina superior que é um PC.

“A maioria dos jogos ainda é projectada tendo as consolas como o seu principal objectivo, como se elas fossem uma plataforma superior ou algo do género. Eu não sei porquê. Isso era verdade talvez há uns 5 anos atrás, mas as coisas evoluíram”

Sobre o trabalho da DICE no novo Battlefield, Bach foi peremptório e confirmou que eles seguiram o caminho inverso:

“Portanto para conseguirmos chegar onde pretendemos, estamos  a utilizar a plataforma mais poderosa e a tentar provar o que nós vemos que seja o futuro dos videojogos. Em vez de desenvolver para as consolas e depois adicionar novas resoluções e texturas para a versão do PC, nós escolhemos o caminho inverso, começamos com a mais alta tecnologia de ponta e depois reduzimos o necessário para as versões das consolas”

Será que com Battlefield 3 vamos finalmente ter em mãos um jogo que capaz de desafiar a potência dos computadores actuais? Pelo que se viu até agora parece que sim.

Diogo Mota

O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.

Também poderás gostar de:

  • António Rodri

    Quer queiram quer não, o PC continua a ser a plataforma mais poderosa para jogos. O Patrick Bach tem toda a razão, é absurdo andar a programar primeiro para consolas e fazer conversões baratas para o PC.

  • Tiago

    Concordo totalmente e também acho que o Crysis 2 pode estar muito bom para o PC, mas poderia estar muito melhor. Mas as consolas dão dinheiro e já se sabe como funciona a indústria.

%d bloggers like this: