Artigos Nintendo

E3 2011: Wii U A Revolução Chegou!

E3 2011: Wii U A Revolução Chegou!

A nova consola da Nintendo foi finalmente apresentada depois de meses de especulação. A Wii U será mais potente que a sua antecessora e mais revolucionária. O pessoal da Nintendo está de parabéns porque a Wii U parece talhada para o sucesso, todavia a questão que fica no ar é: Será apelativa aos hardcore gamers?

A Wii U é um novo conceito de gaming que assenta principalmente num comando gigantesco, que eu vou arriscar e dizer que não me parece ser muito prático. De qualquer forma as funcionalidades são no mínimo impressionantes, o comando pode ser utilizado de mil e uma maneiras e até podemos, imagine-se, deixar de jogar na televisão e continuar no comando como se de uma consola portátil se tratasse.

Wii U: Consola
A consola tem um design excelente...

Todas as inovações presentes na Wii estão na Wii U, aliás ela é compatível com todos os comandos que utilizámos na versão anterior o que significa que podemos poupar nesse departamento. No que diz respeito à potência gráfica, Reggie Fils-Aime (presidente da Nintendo América) assegurou que não ficará atrás da PS3 ou Xbox 360 e que tudo irá depender do que as companhias estiverem dispostas a fazer.

Fonte do vídeo: IGN

Há contudo logo à partida algo que deixou os gamers de pé atrás, tudo indica que a Wii U não será claramente mais potente do que as suas principais concorrentes. Quanto mais não seja será igual ou ligeiramente superior, se a diferença será perceptível ou não isso é uma questão de se esperar para ver.

A notícia não é animadora, mas quem sabe, talvez a Nintendo esteja a ser modesta demais porque a consola é de facto potente.

Wii U: Comando
Sou só eu que acho este comando pouco prático?

O que é óbvio desde o principio é que mais uma vez a Nintendo não se limita a criar uma nova consola, pelo contrário ela volta a apostar forte na oferta de uma experiência sem paralelo no mercado.

Não há dúvidas que jogar o mesmo jogo numa Wii U será completamente diferente de o jogar numa PS3 ou Xbox 360. Até que ponto isso vai agradar os “hardcore gamers“? Essa é uma pergunta para a qual ainda não temos resposta.

Fonte do vídeo: IGN

A primeira Wii foi um enorme sucesso junto dos jogadores casuais e até dos hardcore gamers, a questão é que o segundo grupo comprou-a mais por curiosidade ou para jogar em família do que por necessidade.

No final do dia, os gamers mais sérios que compraram Wii’s também compraram ou uma Xbox 360 ou uma PS3 e elas continuam a ser as suas “consolas principais“.

Wii U: Comando
Tenho de admitir, poder jogar no comando é espectacular...

Não me interpretem mal, eu adorei o conceito, o design e os jogos que se vão poder jogar na Wii U, apesar de ter algumas dúvidas no que diz respeito à utilidade do comando que parece servir para um pouco de tudo, menos para se jogar durante horas seguidas.

É claro que a minha esperança enquanto gamer é que a Wii U seja uma concorrente feroz capaz de atrair diversos tipos de jogadores, eu até acredito que todos nós a vamos comprar, temo porém que ela continue a ser mais uma consola para os amigos e família do que propriamente aquela máquina de jogo direccionada para um gamer mais sério.

Mas posso estar enganado…

Paulo Figueiredo
O Figueiras é um elemento fundamental do Gaming Portugal e a figura mais respeitada da equipa. A sua vida atarefada e cheia de responsabilidades impede-o de acumular uma posição de maior destaque, embora mesmo se tivesse essa oportunidade o mais certo era ele recusá-la. A sua participação no Gaming Portugal é motivada principalmente pelo gosto por gaming e dá-lhe um prazer especial saber que nesta casa a “independência” é uma característica definidora.

Também poderás gostar de: