Artigos PSVita

Está Na Altura De Comprar Uma Portátil?

Está Na Altura De Comprar uma Portátil?

As intenções da Sony são óbvias, eles não só querem que a PS Vita seja um enorme sucesso, como pretendem que ela fique por cá durante uns largos anos. É inegável que estamos perante uma máquina de jogos poderosa, todavia as dúvidas sobre um sucesso duradouro da Vita permanecem e num mercado que irá eventualmente sentir os efeitos da crise, será que faz sentido uma nova consola?

Nunca digas que não à inovação. A frase pode ser colorida demais mas é algo que fomos aprendendo com o tempo, a verdade é que mesmo no meio de conjunturas económicas complicadas o mercado de gaming sempre arranjou forma de proliferar. Apesar disso a crise a que assistimos agora é invulgar porque ataca a classe média que é provavelmente a maior consumidora de novas tecnologias. Em Portugal as carteiras sofrem com a crise e muitos gamers são obrigados a fazer escolhas: “não compro o jogo X agora e prefiro esperar até que baixe o preço” ou “não compro o jogo X porque pretendo comprar o Y“.

Este tipo de decisões são já uma realidade para os gamers portugueses e à medida que a crise se vai alastrando o mesmo começa a acontecer nos outros países. A Vita chega portanto num período conturbado e terá de fazer jus ao seu nome e emanar muita vida para chamar à atenção dos consumidores.

Para a Sony o lançamento da Vita será um teste interessante especialmente em território europeu. Depois do que se passou no Japão com as sucessivas descidas de vendas, houve muito boa gente que começou, com razão, a “torcer o nariz“. Eu próprio apesar de reconhecer que estamos a falar de mercados completamente diferentes, tenho as minhas reservas.

Uma nova consola implica uma nova despesa, é tão simples como isto. Apesar do preço da Vita ser bastante acessível, existirá a óbvia despesa contínua com videojogos, junte-se a isso as despesas que a maior parte dos gamers já deve ter com outras plataformas e é fácil perceber que estamos a falar de muito dinheiro gasto em gaming.

Do ponto de vista tecnológico a Vita é no entanto uma pequena maravilha, cheia de potencial ela vai proporcionar aos gamers a oportunidade de desfrutarem de jogos com uma qualidade tremenda. Não tenho dúvidas que será uma excelente máquina de gaming portátil no mercado, aliás mesmo nesta fase inicial já é possível perceber que a Vita possui uma grande margem de progressão e só os deuses sabem como ela estará daqui a ano / ano e meio.

Na realidade portuguesa o melhor conselho que podemos dar aos nossos leitores é que deixem de comprar por impulso. Se acham que lhe vão dar muito uso, se acreditam que esta é a consola portátil que vai finalmente satisfazer as vossas necessidades, então devem comprá-la. Se por acaso até nem precisam de uma portátil e só tencionam adquiri-la ou por curiosidade ou por serem fãs da Sony, então talvez seja melhor parar e pensar um pouco no que vão fazer.

A dura realidade é esta: pelo preço de uma Vita já é possível comprar qualquer uma das grandes consolas no mercado, tablets ou smartphones. Ou seja, advinha-se um percurso difícil para a nova portátil da Sony, mas se existe máquina por aí capaz de vencer as adversidades, talvez ela seja a Vita.

Diogo Mota

O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.

Também poderás gostar de: