Jogo Da Semana Jogos Indie

Jogo Da Semana: Splice

Jogo Da Semana: Splice

O jogo em destaque nesta semana é um dos mais invulgares e interessantes títulos independentes que andam por aí. Splice é um jogo de puzzles diferente de tudo o que eu já tinha visto, desenvolvido pela Cipher Prime uma pequena companhia com sede em Filadélfia nos Estados Unidos, este é o seu quarto videojogo que tal como os anteriores respira criatividade.

Provavelmente já ouviste falar em Auditorium, Fractal ou se tens um iPad talvez Pulse não seja um nome estranho. Pois bem, eles foram todos criados pela Cipher Prime e têm uma coisa em comum, são experiências originais e estranhamente relaxantes.

Splice segue esta filosofia de originalidade harmoniosa e é descrito como um jogo de puzzles artístico e experimental. Nele nós vamos controlar células e tentar colocá-las na ordem certa com um número limitado de movimentos chamados “splices“.

Como Splice é tão diferente, torna-se um pouco difícil de explicar. Digamos que ele é relaxante, inteligente e simples, é mais uma experiência artística que nos obriga a puxar pela cabeça do que um simples videojogo e é precisamente por isso que é tão especial.

A banda sonora é de sonho, enquanto jogamos vamos também desfrutando de melodias que encaixam na perfeição no estilo invulgar de Splice e até ajudam a ultrapassar os momentos de frustração quando falhamos sucessivamente a tentar resolver um puzzle.

Splice é acima de tudo um jogo concebido com muita habilidade, pode ser simples, modesto e até passar despercebido para a maior parte dos gamers, mas é uma verdadeira pérola que merece ser jogada até à exaustão. Ele encontra-se neste momento à venda no Steam com 50% de desconto por apenas 4,99€, por isso faz um favor a ti próprio e pelo menos experimenta o demo.

Diogo Mota

O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.

Também poderás gostar de: