Notícias PSVita

PS Vita: Vendas No Japão Descem Mais Uma Vez

PS Vita: Vendas No Japão Descem Mais Uma Vez

A PS Vita não teve um arranque famoso no Japão, as quedas de vendas sucedem-se e parece que ainda vai demorar o seu tempo até que a portátil da Sonypegue” por terras nipónicas, se é que alguma vez vai pegar.

As vendas continuam a cair de forma dramática e na semana que acabou no passado dia 4 isso foi tão claro como a água. A PS Vita continua atrás da 3DS e voltou mais uma vez a ser superada, imagine-se, pela PSP.

A Nintendo 3DS soma e segue com 70,744 unidades vendidas, a PSP surge no terceiro lugar com 15,715 e a PS Vita ficou-se pelos 10,023. A descida não é surpreendente porque tem acontecido praticamente todas as semanas desde o lançamento, no entanto esta foi, até ao momento, a pior semana de todas.

27 de Fevereiro a 4 de Março

  • 1. 3DS: 70,744 (76,322)
  • 2. PS3: 65,116 (27,111)
  • 3. PSP: 15,715 (15,928)
  • 4. PSV: 10,023 (11,186)
  • 5. Wii: 8,111 (7,878)
  • 6. X360: 1,377 (1,508)
  • 7. PS2: 1,248 (1,269)
  • 8. DSi LL: 810 (977)
  • 9. DSi: 553 (662)

A vida não está fácil para a Vita que foi recentemente lançada nos Estados Unidos e na Europa. Apesar de muitos reconhecerem a sua qualidade, a realidade é que os gamers não parecem motivados com esta nova portátil e na Europa certamente que uma crise económica também não ajuda.

No Gaming Portugal alguns dos nossos leitores já expressaram a sua opinião na nossa votação e mais uma vez, os resultados não são encorajadores.

  • Será a Vita capaz de dar a volta por cima e eventualmente conquistar os gamers?

Neste momento não temos a resposta para esta questão, mas não se esqueçam de deixar o vosso voto e opinião sobre a consola na zona de comentários.

Fonte: Andriasang

[poll id=”5″]

Diogo Mota

O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.

Também poderás gostar de: