PC Previews PS3 Xbox 360

Red Faction Armageddon: Cria o Caos

Red Faction Armageddon: Cria o Caos

Se gostas de jogos de acção non-stop então de certeza que já ouviste falar da saga Red Faction. A história começou em 2001 na Playstation 2, PC e MAC e cedo se percebeu que estávamos perante um sucesso imediato entre os gamers. Tudo se passava no século 21 em Marte e nós controlávamos um mineiro que lutava contra uma corporação sem escrúpulos. O ponto forte do jogo era a acção e principalmente a possibilidade de podermos destruir praticamente tudo o que estava à nossa volta e acho que todos concordamos quando eu escrevo: a destruição total em videojogos é muito divertida.

Mas deixemos o passado onde ele merece estar e vamos concentrar as nossas atenções no futuro. Red Faction Armageddon é o quarto jogo do franchise de sucesso criado pela Volition, Inc. e tal como os seus antecessores também ele promete muita acção, melhores gráficos e não sei se já tinha dito, destruição total.

Eu vou ser sincero, pelo que já se viu deste jogo, é óbvio que não estamos perante nada de revolucionário. Pelo contrário, Red Faction Armageddon parece querer pegar numa receita de sucesso do passado e aplicá-la no presente. Uma atitude que compreendo porque também eu sou da opinião que é inteligente a Volition, Inc. ficar-se pelo que faz melhor do que aventurar-se por terrenos desconhecidos.

Vamos então dar uma olhadela neste jogo:

A primeira grande novidade é que já não vamos ter um mundo aberto, Armageddon será a clássica aventura de acção linear. Se há algum mal nisso? Eu acredito que não, aliás muitos dos recentes sucessos na indústria provam que o importante para os gamers é a qualidade do jogo independentemente de ele ter ou não um mundo aberto. Nem vale a pena referir que uma aventura linear permite aos criadores darem muito mais atenção aos pequenos pormenores e melhorarem em muito a experiência de jogo.

Red Faction ArmageddonUma coisa é certa, o grafismo neste jogo é espectacular, desde as personagens, passando pelos cenários e incríveis explosões, Armageddon provavelmente não vai desiludir o puro fã de acção nem aqueles que acompanham a saga desde o início. Existem também muitas armas novas e poderosas, para além do poder de Darius Mason que permite reconstruir praticamente tudo o que formos encontrando pelo caminho.

Quando um novo Red Faction está para sair a comunidade de gamers rejubila e com razão, ou não fosse este um “franchise” que dá sentido às palavras “acção” e “destruição“. No final do dia Armageddon até não pode ser o jogo mais inovador do mundo, ou o melhor que alguma vez foi feito, mas é praticamente garantido que será muito divertido. É preciso pedir mais?

Helder Sousa

Adepto do ar livre e dos desportos radicais, nós nunca sabemos se no próximo fim-de-semana ele não irá longe demais, levando a equipa a ficar com um elemento a menos. Quer dizer, o exercício é uma coisa boa, mas quando isso envolve quedas de grandes alturas ou escaladas perigosas, talvez seja melhor ficar em casa a jogar videojogos.

Também poderás gostar de: