Opiniões PC

Space Crew: Opinião

Space Crew é um jogo de combate espacial estratégico no qual os jogadores devem gerir a tripulação de uma nave espacial. Ele é a sequela do aclamado Bomber Crew e traz consigo o mesmo tipo de desafios mas agora à escala interplanetária.

Space Crew é um género de jogo que foi popularizado pelo genial “FTL: Faster Than Light” e se alguma vez tiveste a oportunidade de jogar este jogo ou até o “Bomber Crew” então terás uma perfeita noção do que esperar desta sequela.

Desde já uma das grandes novidades da sequela é a mudança de cenário para as batalhas espaciais. A mudança assenta bem ao “franchise” na nossa opinião e proporciona novas e interessantes dinâmicas de combate quando comparado com o seu antecessor.

A apresentação

Space Crew é, à semelhança de tantos outros jogos dentro deste género, um jogo de estratégia que tenta suportar toda a experiência com simplicidade. Por exemplo, ele não perde muito tempo com a história, nós sabemos que os “Phasmids” são os temíveis inimigos que devem ser destruídos e pouco mais do que isso.

Para nós isso não é um problema, por vezes “menos é mais” e sobretudo para um título independente desta natureza não é prudente investir numa história de peso com “cutscenes” elaboradas sob pena de descurar elementos muito importantes da experiência.

Felizmente não é isso que acontece com o Space Crew, há uma muito breve apresentação e depois o jogo limita-se a “atirar” o jogador para o meio da ação (haaaaa a simplicidade refrescante dos jogos indepedentes).

O Grafismo

Space Crew é uma evolução do seu antecessor no que diz respeito ao grafismo e até pode ser considerado um jogo acima da média para o género. As personagens estão bem desenhadas bem como o interior da nave e da base espacial.

Os efeitos de luzes estão também decentes e o espaço oferece oportunidades para alguns cenários visualmente imponentes mesmo para um género que não é conhecido pela sua alta fidelidade gráfica.

É no entanto preciso ter em conta que Space Crew é um pequeno e modesto jogo independente num género que regra geral recorre à simplicidade e cujo foco não é de todo a potência gráfica.

A boa notícia é que qualquer computador de gama baixa/média será capaz de correr este jogo sem qualquer tipo de problema e talvez até fiquem surpreendidos porque dentro deste subgénero de estratégia ele até é um dos jogos com melhor visual.

A jogabilidade

Se jogaste o FTL: Faster Than Light não terás dificuldades em perceber o sistema de jogo. Tu basicamente geres uma nave e a sua tripulação enquanto tentas aniquilas os perigosos “Phasmids” ao longo de inúmeras missões.

Quando o combate é iminente deves privilegiar sempre o pensamento estratégico; gerir recursos; reparar sistemas; apagar fogos ou repelir invasões. Neste jogo tu não controlas a nave mas sim a tripulação, ou seja, marcas locais onde queres que o piloto leve a nave e atribuis tarefas à tripulação em tempo real de acordo com o que está a acontecer na batalha.

Se nunca jogaste este tipo de jogos fica a saber que de um momento para o outro a ação pode ficar caótica, desde a necessidade de reparar sistemas; passando por incêndios ou invasões inesperadas, tudo pode acontecer e muitas vezes ao mesmo tempo.

O abrandamento do tempo será o teu melhor amigo porque acredita que vais precisar de tempo para planeares quando te “meteres por caminhos apertados“. Mas toda esta tensão é o que faz de Space Crew uma experiência muito divertida pelo menos para quem aprecia o género.

Em caso de missão bem sucedida nós vamos acumulando pontos de pesquisa que desbloqueiam equipamentos para a tripulação e melhorias para nave e depois com os créditos que ganhamos podemos adquirir esse novo material para ficarmos mais fortes.

A costumização também marca presença, após algumas missões vamos poder renomear a nossa nave (Millennium Falcon deverá ser um dos nomes populares), bem como mudar o seu visual ao nosso gosto.

A tripulação também vai subindo de nível e ficando mais poderosa com a progressão. Para além disso ainda é possível atribuir especializações adicionais, por exemplo, um capitão que é simultaneamente engenheiro dá sempre jeito.

Infelizmente manter uma tripulação viva é outro dos objectivos desta experiência e à medida que fores avançado no jogo isso torna-se um desafio considerável. A única certeza é que vai chegar a altura em que terás de recorrer ao recrutamento devido a teres perdido um ou dois membros da tripulação numa batalha mais difícil e acredita em nós, isso vai acontecer.

Todos estes altos e baixos fazem parte da experiência, tal como faz parte também a frustração que vais sentir quando não conseguires reagir da melhor maneira a uma investida das forças inimigos. Há muito que podes fazer neste contexto, por exemplo podes redireccionar a energia do sistema de gravidade para os escudos e se por um lado terás escudos mais fortes, pelo outro a movimentação da tripulação sem gravidade será mais difícil.

São as pequenas decisões como a descrita acima que pesam muito no resultado final de uma batalha e isso torna-se dolorosamente óbvio quando o nível de dificuldade começa a subir.

Dito isto e como já deu para perceber, a derrota é quase inevitável e vai acontecer muitas vezes ao longo do jogo. Mas não te preocupes porque faz tudo parte da experiência, até porque tu vais aprender com essas derrotas e se continuares a insistir eventualmente encontrarás a estratégia para a vitória.

A intensidade, a gestão, a estratégia

Space Crew não é um jogo que ambiciona revolucionar o género, pelo contrário é um jogo que procura representá-lo da melhor forma possível. E porque não? Às vezes os jogadores querem mais do mesmo, especialmente quando “mais do mesmo” é sinónimo de mais qualidade.

Este jogo não desilude, desde o início que eles nos presenteia com a intensidade das batalhas espaciais misturada com a pressão da gestão e do pensamento estratégico. É um jogo que nos obriga a tomar decisões rápidas e que por isso mesmo é extremamente recompensador quando essas decisões resultam numa vitória.

De alguns dos nossos momentos mais memoráveis nas nossas aventuras, destacam-se aqueles em que conseguimos arrancar uma vitória mesmo quando estávamos na iminência de uma derrota e a sensação de alívio e dever cumprido nestes casos é absolutamente indescritível.

Por isso mesmo acreditamos que os fãs deste género de jogo vão apreciar esta nova incursão do “franchise” pelo espaço e não temos dúvidas de que Space Crew não só é uma sequela à altura do Bomber Crew como eleva a experiência em todos os departamentos.

Simples, divertido e altamente recompensador!

Space Crew não complica e proporciona uma das experiências de estratégia mais sólidas e intensas desta recta final de 2020. Ele vai testar as tuas capacidades de liderança e a eficácia das tuas decisões, vai-te "presentear" com derrotas esmagadoras e vitórias improváveis e sobretudo nunca vai deixar de te divertir.

8.5
Recomendado:
8.5

O Gualter é uma daquelas pessoas que deve ser hiperativa e nunca chegou a ser diagnosticada. O homem trabalha rápido e move-se nos “meandros” do mundo do gaming com uma agilidade tal que é uma espécie de “sniper” cá da casa. Ele dedica-se a um pouco de tudo, notícias; grandes jogos; jogos independentes; previews e ainda arranja tempo para jogar. O seu jogo preferido é o Portal.

Apesar de ser editor, juntamente com o Diogo encarrega-se de gerir toda a equipa, é uma espécie de terceiro “boss” que muitas vezes acaba por ser o primeiro. Para além de escrever para o website ele é responsável pela verificação de conteúdo e por corrigir muitas das falhas que nós cometemos quando queremos trabalhar rápido demais.

Também poderás gostar de:

 
Subscrever
Notificações de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Partilha tua opinião, comenta.x
()
x