Notícias PC 1

Steam Big Picture: PC Assemelha-se Mais a Uma Consola

Steam Big Picture: PC Assemelha-se Mais a Uma Consola

O “Big Picture” da Steam foi lançado oficialmente e de um momento para o outro o PC tornou-se um pouco mais parecido com uma consola. O gaming no PC está a mudar, a distribuição digital trouxe consigo uma pequena revolução e serviços como o Steam simplificaram ao máximo os processos de instalação e atualização de videojogos. Não é por acaso que a Valve é uma companhia referência no mundo dos videojogos e para todos aqueles que se queixavam que não se podiam sentar no sofá a jogar PC, chegou o genial “Big Picture“.

Verdade seja dita, já era bastante fácil ligar um computador a uma televisão e jogar a partir do sofá, o que ainda não existia era um interface de qualidade e que, à semelhança das consolas, pudesse ser todo ele controlado com um comando. Ora o “Big Picture” traz consigo isso e ativá-lo é tão simples como carregar num botão.

Liga o teu PC à televisão; liga o teu comando; agora abre o Steam e carrega no botão central do comando (a bola com o X grande no comando de Xbox 360) e já está. A partir deste momento tudo pode ser controlado a partir do comando num interface que se assemelha ao de uma PS3 ou Xbox 360. Aliás eu devo confessar que este interface do Steam é capaz de ser dos melhores que eu experimentei mesmo comparado com os das consolas.

A Valve não dá sinais de abrandar e se no passado o Steam já era popular e uma referência do gaming no PC, agora é impossível ignorar os benefícios do modo “Big Picture“. O que é certo é que jogar hoje num computador é infinitamente mais fácil e com o Steam por exemplo torna-se mesmo tão fácil como nas consolas. Como se isso não bastasse e para celebrar o lançamento, a Valve colocou um grande número de videojogos compatíveis com comando em desconto!

A melhor prenda de Natal este ano só pode ser um computador.

Marcio Olival

O Márcio é uma das forças editoriais da Gaming Portugal, ele também faz um pouco de tudo mas a sua preferência reside nos artigos de opinião. Regra geral ele não é comedido nas palavras, porém em vez de optar pela dureza extrema ele opta quase sempre pelo sentido de humor.

Também poderás gostar de:

  • devo ser muito ignorante,não percebi a utilidade disto…

%d bloggers like this: