Previews PS3 Xbox 360

XCOM: Matar Aliens, FPS e Estratégia

XCOM: Matar Aliens, FPS e Estratégia

XCOM é um dos jogos mais interessantes dos últimos tempos, mas curiosamente nós ainda não tínhamos falado dele aqui no GP. Para quem não sabe nós estamos perante um remake de um jogo de 1993 que se chamava X-COM: UFO Defense e que foi aclamado pela crítica na altura. Com esta adaptação para os tempos modernos a 2K Marin pretende trazer para o mundo dos videojogos o verdadeiro prazer de combater aliens.

XCOM tem evoluído de forma sólida, começou inicialmente mais focado na estratégia mas com o tempo tornou-se num FPS com elementos de estratégia incorporados e ação de esquadrão que privilegia o trabalho de equipa.

XCOM Screenshot
Anos 60: No auge do sonho americano…

A história é interessante e transporta-nos para os Estados Unidos na altura da Guerra Fria com um twist, os aliens. Eu pessoalmente acredito que o facto de se passar durante os anos 60 é um ponto forte do jogo, porque permite aos criadores terem uma ideia bastante sólida dos visuais que pretendem e ao mesmo tempo dá-lhes espaço para trabalharem os aspetos técnicos e artísticos com maior atenção.

Na minha opinião pessoal XCOM está a ficar interessante. No que diz respeito a cenários, grafismo e jogabilidade eu iria mais longe para afirmar que está definitivamente no bom caminho. Todas as componentes de estratégia adaptam-se na perfeição à base FPS do jogo e o ambiente dos anos 60 mesmo nesta fase de desenvolvimento, parece estar perfeito e é quase como se estivéssemos a jogar um daqueles clássicos cinematográficos.

XCOM Screenshot 2
Nem o exército conseguiu proteger esta pequena cidade…

Vamos ter de esperar até 2012 para podermos meter as mãos em cima deste jogo, por agora ainda só tivemos a oportunidade de ver o demo, mas foi o suficiente para ficarmos impressionados. XCOM é diferente do original de 1993, ao contrário do antecessor este possui uma história e apesar da ação continuar a basear-se em esquadrões com muita tática à mistura, tudo é suportado por um argumento sólido.

Só o tempo dirá se XCOM irá surpreender ou não, para já ele promete e as primeiras impressões são positivas. Aqui fica o demo juntamente com os comentários do designer da narrativa, Jordan Thomas:

Diogo Mota
O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.

Também poderás gostar de: