Artigos PC PS3 Xbox

Gaming 2011: Os Melhores Jogos

Gaming 2011: Os Melhores Jogos

Este foi um ano excelente para o mundo do gaming, foram lançados alguns dos jogos mais esperados da última década e a maior parte conseguiu surpreender pela positiva. Assim sendo e porque o Natal está à porta, aqui ficam as nossas recomendações para 2011.

[highlight color=”yellow”]Atenção:[/highlight] Esta lista é exclusivamente sobre jogos que marcam presença nas três plataformas, ou seja PC, PS3 e Xbox 360. Alguns jogos podem estar repetidos porque se enquadram naturalmente em mais do que um género. Os números não devem ser encarados como um ranking, foi apenas o modelo de organização pelo que todos os jogos desta lista são vistos como pertencendo ao mesmo patamar de qualidade.

  • First Person Shooter

Há quem diga que 2011 foi o ano dos FPS’s. Call Of Duty: Modern Warfare 3 reforçou a posição do franchise como o mais popular e bem sucedido de todos os tempos, já Battlefield 3 excedeu-se no departamento gráfico oferecendo aos gamers uma experiência sem paralelo. Neste género também não nos podemos esquecer da segunda edição de Crysis e do muito esperado Deus EX: Human Revolution, o primeiro chegou com um motor gráfico novo juntamente com a ação explosiva que popularizou a saga, o segundo é considerado por muitos o melhor jogo do ano. Finalmente para aqueles que gostam de cenários pós-apocalípticos existe RAGE, a pérola da Id Software destacou-se pelo seu grafismo superior e por misturar também elementos de corrida ao género.

1. Call Of Duty: Modern Warfare 3

2. Battlefield 3

3. Crysis 2

4. Deus EX: Human Revolution

5. RAGE

  • Ação

O medo voltou na segunda edição de Dead Space, a continuação da aventura espacial de terror continuou tão assustadora como no primeiro jogo, aliás até o superou em todos os aspetos. Igualmente assustador é o homem-morcego mais famoso da banda desenhada, Batman regressou este ano só que desta vez o asilo é substituído pela cidade. A surpresa no género de ação chama-se no entanto Saints Row: The Third, a terceira edição de uma saga que até agora tinha passado um pouco despercebida no mundo dos videojogos. The Third é ridículo; exagerado; divertido; ofensivo e como se isso não bastasse é um género de GTA. Finalmente temos Ezio Auditore Da Firenze, o icónico assassino está de volta um pouco mais velho desde a última vez que o vimos mas continua tão letal como sempre, Assassins Creed: Revelations é um “must buy” para os fãs da saga e para todos aqueles que gostam de jogos com uma história envolvente sobre assassinos.

1. Batman: Arkham City

2. Saints Row: The Third

3. Assassins Creed: Revelations

4. Dead Space 2

  • Corridas

Dirt 3 é o melhor jogo de rally até à data, Shift 2: Unleashed é simplesmente um dos melhores jogos de corridas no mercado e F1 2011 é Formula 1. Para quem gosta de emoções fortes e do melhor da simulação estes três jogos são absolutamente imperdíveis.

1. Dirt 3

2. F1 2011

3. Need for Speed Shift 2: Unleashed

  • Desporto

Num país em que o Futebol é o desporto rei, FIFA e PES são os jogos de desporto mais importantes do ano. Os dois são muito bons, os dois são divertidos e cabe ao gamer escolher aquele que se adapta melhor ao seu estilo.

1. Fifa 12

2. PES 2012

  • RPG

Em alta estão também os RPG’s, cinco anos depois a quinta edição de The Elder Scrolls chegou ao mercado e mais uma vez destacou-se como um colosso entre colossos. The Witcher 2 não ficou atrás, a nova aventura de Geralt de Rivia é obrigatória e recomendada a todos os que gostam de um bom RPG com muita ação à mistura. Pelo meio intrometeu-se também um pequeno e modesto jogo chamado Bastion, mas que é tão original e divertido que não poderia deixar de ser mencionado, o pequeno “Kid” é “hardcore” e ninguém o consegue parar. E que tal um pouco de zombies à mistura? Dead Island pode ser uma experiência que sofre com alguns problemas, mas juntem uns amigos e vão ver que matar zombies nunca foi tão divertido.

1. The Elder Scrolls V: Skyrim

2. The Witcher 2

3. Bastion

4. Dead Island

  • Aventura

Em Portal 2 fazemos portais e somos obrigados a utilizar a cabeça para resolver puzzles, a Valve conseguiu superar-se e se tu ainda não jogaste este jogo merecias ser vítima de um crime para depois seres investigado por Cole Phelps, o detetive de LA Noire tem faro para apanhar criminosos, por isso tem cuidado. O quê? O Sonic está de volta? Sim ele está de volta e com ele vêem todos os níveis que ficaram na nossa memória durante os últimos 20 anos, Sonic Generations é uma celebração em forma de videojogo que se traduz numa aventura extraordinária. E por falar em aventuras extraordinárias, Limbo e a segunda edição de Trine oferecem-nos isso mesmo, são dois jogos independentes que devem ser comprados, lá está, independentemente do seu preço.

1. Portal 2

2. LA Noire

3. Sonic Generations

4. Limbo

5. Trine 2

  • Independentes

Foram muitos os jogos independentes em 2011, mas acabámos por reduzir a lista a 3 jogos, Bastion, Limbo e Trine 2. No conjunto nem sequer existem palavras para descrever como eles são bons, a não ser talvez “COMPRAR“. Comprem-nos porque eles são geniais e comprem-nos para apoiar as companhias independentes, elas agradecem e no final ficamos todos a ganhar.

1. Bastion

2. Limbo

3. Trine 2

Diogo Mota

Diogo Mota

Editor-Chefe em Gaming Portugal
O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.
Diogo Mota
Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.