Notícias PC PS3 Xbox 360

Metro Last Light: 4A Games Lutou Contra Adversidade

Metro Last Light: 4A Games Lutou Contra Adversidade

Falhas de energia, um orçamento reduzido e condições de trabalho que estavam longe de ser ideais. A história de desenvolvimento de Metro: Last Light é atribulada e a 4A Games foi obrigada muitas vezes a lutar contra a adversidade para dar forma à sequela do popular Metro 2033 que chega hoje às lojas.

As revelações incómodas foram feitas pelo antigo presidente da THQ, Jason Rubin. Ele revela à GamesIndustry Internacional que a vida da 4A Games durante o desenvolvimento de Last Light não foi fácil. Rubin apontou as fracas condições de trabalho, o orçamento baixo e as expectativas irrealistas dos produtores como sendo apenas alguns dos problemas.

Ele revelou por exemplo que o orçamento de desenvolvimento de Last Light foi mais baixo do que os das “cut scenes” de alguns dos seus competidores. Outra revelação curiosa foi o desejo dos produtores originais da THQ de incluir no jogo um modo de multijogador bem como um modo de cooperação com o mesmo orçamento e dentro do prazo previamente estabelecido!

Como se isso não bastasse, registaram-se falhas de energia nos escritórios bem como falhas no aquecimento, o que a determinadas alturas obrigou a equipa a trabalhar ao frio. Hoje o lançamento de Metro: Last Light será muito mais do que a chegada de um jogo muito esperado pelos gamers, ele será também um testemunho da perseverança da 4A Games, do seu trabalho árduo e luta contra a adversidade.

A realidade é que nós enquanto gamers muitas vezes nem sequer fazemos ideia do volume de trabalho necessário para a criação de um videojogo. Nós gostamos de pensar que existem sempre milhões para gastar, mas o processo pode ser por vezes complexo e até injusto para algumas companhias, é por isso que o “crowdfunding” (financiamento coletivo) se tornou tão popular.

A história do desenvolvimento de Metro: Last Light é uma de muitas histórias, a grande diferença é que desta vez os gamers ficaram a conhecê-la. O que torna este momento especialmente delicioso para a 4A Games é o facto do seu jogo não só ter sido acabado como existirem também fortes probabilidades para que ele fique na lista dos melhores títulos do ano. E esta, hein?

Faltam apenas algumas horas, mas este é um jogo que tu não vais querer perder.

Obrigado, GamesIndustry Internacional

Paulo Figueiredo

Paulo Figueiredo

Editor em Gaming Portugal
O Figueiras é um elemento fundamental do Gaming Portugal e a figura mais respeitada da equipa. A sua vida atarefada e cheia de responsabilidades impede-o de acumular uma posição de maior destaque, embora mesmo se tivesse essa oportunidade o mais certo era ele recusá-la. A sua participação no Gaming Portugal é motivada principalmente pelo gosto por gaming e dá-lhe um prazer especial saber que nesta casa a “independência” é uma característica definidora.
Paulo Figueiredo

Últimos posts por Paulo Figueiredo (exibir todos)

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixa um comentário

Sê o primeiro a comentar!

Notificações de
avatar
wpDiscuz

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.