Opiniões PC

Aquanox Deep Descent: Opinião

Aquanox Deep Descent é um shooter que coloca os jogadores no fundo dos oceanos a controlar naves submarinas personalizáveis e a protagonizarem batalhas ferozes. Este jogo faz-se valer da experiência cooperativa e de multijogador mas será ele capaz de representar a natureza claustrofóbica do combate subaquático?

O cenário subaquático é um dos mais fascinantes no mundo dos videojogos, mas apesar disso o número de jogos que exploram com sucesso esta temática não é muito extenso. A referência mais óbvia é o popular “Subnautica” que não obstante de ser um jogo bem sucedido, dedica-se muito mais à exploração e sobrevivência do que à ação pura.

Já “Aquanox Deep Descent” é um título de ação pura, um shooter tradicional que não só nos transporta para o fundo dos oceanos como adiciona os elementos de cooperação e multijogador.

Curiosamente o franchise “AquaNox” possui uma longa história e para chegarmos ao seu título de origem temos de recuar ao cada vez mais distante ano de 1996, altura em que “Archimedean Dynasty” foi lançado para Windows e DOS.

Entre 1996 até 2020 foram lançados mais alguns jogos e “Aquanox Deep Descent” é o quinto título desta série que talvez poucos jogadores tenham ouvido falar. Mas o que é certo é que a campanha no Kickstarter foi bem recebida, o jogo conseguiu o financiamento extra e surge agora no mercado com pretensões de ser a melhor experiência do franchise.

Um futuro pós-apocalíptico, uma realidade subaquática

Num futuro próximo uma guerra destruidora tornou a superfície do planeta inabitável. Agora nós humanos vivemos em antigas estações mineiras localizadas debaixo dos oceanos e continuamos em conflito (só podia…) com várias facções em busca do domínio subaquático.

Nós vestimos a pele de um dos 4 pilotos que são acordados de um sono criogénico para esta nova realidade e começamos a aventura a controlar uma pequena nave subaquática com um poder de fogo considerável.

O jogo não é muito exuberante na apresentação mas faz um excelente trabalho na descrição de um mundo que é fascinante e deixa-nos com interesse em desvendá-lo.

Na nossa opinião não é necessário complicar o que deve ser simples e se a história foi capaz de despertar o nosso interesse então, para nós, isso é um bom trabalho.

Este jogo tem estilo

Após alguns minutos de começarmos a jogar exclamámos em uníssono: “uauuu este jogo tem estilo!“. De facto é inegável, “Aquanox Deep Descent” tem estilo e um registo artístico único. Os cenários subaquáticos são variados alternando entre os espaços abertos grandes e outros mais fechados e claustrofóbicos.

Há sempre uma tensão no ar, ou melhor na água, e não é só pela qualidade dos visuais mas também devido a detalhes como os efeitos sonoros ou a banda sonora. Por vezes é uma experiência inquietante e será especialmente intensa para quem sofre de talassofobia (medo do mar).

Sinceramente não estávamos à espera de uma experiência tão atmosférica e foi uma surpresa agradável que nos levou a que ficássemos completamente “agarrados” à experiência a partir daquele momento.

No que diz respeito ao grafismo “Aquanox Deep Descent” é um trabalho sólido e mais uma excelente utilização das potencialidades do “Unreal Engine“. Os cenários subaquáticos estão bem conseguidos, os efeitos de luzes também estão muito bons e a qualidade do trabalho artístico proporciona alguns visuais impressionantes.

A obscuridade do fundo dos oceanos e a mistura com elementos ultra-tecnológicos resulta na perfeição. Há momentos impressionantes, por exemplo quando nos aproximamos de uma estação imponente e nos apercebemos da sua escala ou quando damos de caras com um brilhante e invulgar portal alienígena que é capaz de nos transportar para o outro lado do planeta.

A importância do som nesta experiência

A representação da natureza assustadora do fundo do oceano é um dos grandes desafios para quem desenvolve jogos neste tipo de cenário. Quando começámos a jogar “Aquanox Deep Descent” era este tipo de experiência que estávamos à espera de encontrar. Esperávamos momentos solidão inquietante quando estivéssemos rodeados pela imensidão do oceano e tensão e desespero quando a derrota estivesse iminente.

Visualmente já estabelecemos que o jogo consegue fazer isso muito bem, no entanto ele não seria o mesmo sem o som para o complementar. A banda sonora é sólida e dá um contributo muito importante sobretudo na construção da tensão ao longo da experiência.

O mesmo pode ser dito sobre os efeitos sonoros que complementam a experiência e que nunca nos deixam esquecer que nós estamos debaixo de água neste jogo.

A jogabilidade


Nós jogamos “Aquanox Deep Descent” na perspectiva da primeira pessoa, mais especificamente da visão de dentro do “cockpit” da nossa nave. O jogo funciona como uma espécie de FPS, mas a jogabilidade subaquática é naturalmente diferente e necessita de uma pequena habituação.

Existe um tutorial opcional mas que nós recomendamos e no qual é possível aprender todas as mecânicas de jogabilidade. Não há nada muito complicado para aprender e a jogabilidade também é diferente de acordo com a nave que utilizamos, as armas que se temos equipadas ou as habilidades que escolhemos.

Existem naves que são mais rápidas e ágeis, outras mais lentas e resistentes bem como diferentes tipos de armas que cada jogador deve utilizar de acordo com o seu estilo de jogo ou os inimigos que defronta. No nosso caso procurámos quase sempre a mobilidade porque debaixo de água é uma vantagem muito importante.

O controle das armas é interessante porque cada cada botão do rato corresponde à sua respectiva arma e podemos disparar as duas separadamente ou simultaneamente. Também podemos alternar as armas em qualquer altura do jogo o que nos permite uma melhor adaptação às circunstâncias do campo de batalha.

Uma das experiências mais especiais é precisamente disparar ambas as armas ao mesmo tempo porque transmite uma sensação de poder absolutamente fantástica.

Navegar no fundo do oceano é muito divertido e explorar todos os cantos é recomendado porque é necessário reunir materiais para “crafting” como munições; novas armas e componentes mais poderosos para a nave. É um sistema de “crafting” muito básico, mas a sua presença é bem vinda e dá-nos uma motivação extra para explorarmos e realizarmos as missões secundárias.

Para além do “crafting” também existe um mercado onde podemos vender e comprar recursos. Embora seja igualmente simples, é mais uma peça importante na nossa progressão no jogo porque é através deste mercado que podemos adquirir recursos sempre que eles nos faltam para construirmos algo. Também há a possibilidade de compramos com créditos (dinheiro no jogo), no entanto isso é geralmente mais dispendioso.

O combate é simples, divertido e recompensador. É necessário dominar o “boost” bem como saber fazer uso das habilidades disponíveis, mas aprender as bases é uma coisa, já estar preparado para enfrentar as dificuldades no terreno é outra completamente diferente.

Este jogo não é uma experiência muito difícil mas tem os seus momentos e em alguns deles nós fomos derrotados várias vezes até encontrarmos o caminho para a vitória. Na nossa opinião isso torna a experiência mais interessante, afinal de contas um pouco de adversidade nunca fez mal a ninguém.

A cooperação e o multijogador

O modo de cooperação suporta até 4 jogadores que podem desfrutar da campanha em conjunto enquanto simultaneamente a dificuldade do jogo aumenta de acordo com o número de jogadores. A experiência é idêntica ao modo de um jogador, a grande diferença é que ela se torna mais desafiante.

Também existe multijogador com modos “deathmatch/team deathmatch” no qual um conjunto de amigos pode batalhar para decidirem qual deles é o melhor piloto. O multijogador é uma opção interessante mas na nossa opinião é de longe o ponto mais fraco de uma experiência que nós acreditamos não ser a ideal para o PVP.

O ritmo do jogo é muito mais vagaroso do que o típico shooter online e com apenas dois modos de jogo não há variedade que salve o multijogador de um aborrecimento rápido. Dito por outras palavras, o modo de multijogador neste caso deverá ser a última razão para justificar uma compra.

Surpreendentemente divertido e diferente!

Aquanox Deep Descent é uma aventura surpreendentemente divertida que se destaca por ser uma representação sólida de um cenário subaquático. O medo do desconhecido, a sensação claustrofóbica e inquietante do fundo do oceano serão com certeza incómodas para quem sofre de talassofobia (medo do mar). Mas para todos os outros jogadores é uma boa oportunidade para jogarem algo divertido e diferente com amigos.

7.9
Recomendado:
7.9

Apesar de ser editor, juntamente com o Diogo encarrega-se de gerir toda a equipa, é uma espécie de terceiro “boss” que muitas vezes acaba por ser o primeiro. Para além de escrever para o website ele é responsável pela verificação de conteúdo e por corrigir muitas das falhas que nós cometemos quando queremos trabalhar rápido demais.

Adepto do ar livre e dos desportos radicais, nós nunca sabemos se no próximo fim-de-semana ele não irá longe demais, levando a equipa a ficar com um elemento a menos. Quer dizer, o exercício é uma coisa boa, mas quando isso envolve quedas de grandes alturas ou escaladas perigosas, talvez seja melhor ficar em casa a jogar videojogos.

Também poderás gostar de:

 
Subscrever
Notificações de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Partilha tua opinião, comenta.x
()
x