Notícias PC

Gabe Newell: Steam Box e Desilusão Com Windows 8

Gabe Newell: Steam Box e Desilusão Com Windows 8

Este ano a Valve parece decidida em transportar a experiência Steam para as televisões. Em entrevista ao The Verge, Gabe Newell, o mítico co-fundador da companhia, revelou alguns dos planos para o futuro no que diz respeito à “Steam Box” e aproveitou mais uma vez para demonstrar o seu descontentamento com o Windows 8.

Foram dois os sentimentos de Gabe, o primeiro é de enorme entusiasmo graças à “Steam Box“. Ele revelou que o hardware baseado em Linux vai permitir navegar na Internet e terá conexão para várias televisões:

[sws_blockquote_endquote align=”” cite=”Gabe Newell” quotestyle=”style02″] A “Steam Box” será também um servidor. Qualquer PC pode servir vários monitores, então ao longo do tempo, na próxima geração tu poderás ter um GPU a servir simultaneamente oito televisões e oito comandos, sendo que em todos os casos a performance seria excelente. Nós estamos habituados a ter um ou dois monitores – agora é tempo de expandir isso um pouco. [/sws_blockquote_endquote]

 

A visão de Gabe é, como não poderia deixar de ser, ambiciosa e no fundo significa que no futuro será possível vários elementos de uma família estarem a jogar ao mesmo tempo em diferentes aparelhos. Aliás, numa situação ideal oito pessoas poderiam estar a jogar oito jogos diferentes em oito televisões, tudo servido a partir da mesma fonte.

Outra revelação interessante é a de que a Valve parece focada cada vez mais na personalização da experiência do utilizador no que diz respeito ao Steam. No futuro o cliente do serviço poderá criar a sua própria loja, por exemplo de acordo com os seus gostos ele poderá definir quais os géneros de jogos lhe aparecem quando acede ao serviço.

O segundo sentimento de desapontamento e está relacionado com o Windows 8. Gabe continua a opor-se ao novo sistema operativo da Microsoft e considera-o prejudicial para a industria de gaming.

[sws_blockquote_endquote align=”” cite=”Gabe Newell” quotestyle=”style02″] Prejudica todos os que estão no negócio do PC. Em vez de estarmos todos entusiasmados com a compra de um novo PC que corre um novo software, nós tivemos uma descida de 20% nas vendas de computadores. É como se os clientes dissessem: “Hey, isso não é o que a nova geração do sistema operativo era suposto ser”. Deveria ter havido um aumento de cerca de 40% e não um declínio de 20%, portanto é isso que realmente me assusta. Quando eu o comecei a usar foi como se dissesse: “Oh meu Deus…, o Windows 8 é inutilizável. [/sws_blockquote_endquote]

 

Foram declarações bastante negativas aquelas proferidas pelo homem forte da Valve, mas a realidade é que ele não é o único ligado à indústria do gaming com esta opinião. Neste início de 2013 a Valve tem sido o centro das atenções e com planos tão ambiciosos, a Sony e Microsoft que se cuidem porque o PC pode surpreender e transformar-se na consola de nova geração pelo qual todos esperam.

Obrigado, The Verge, PC Gamer

Diogo Mota

Diogo Mota

Editor-Chefe em Gaming Portugal
O Diogo é o organizador, todo o conteúdo do website passa de uma forma ou de outra pelas suas mãos, ele certifica-se que os padrões de qualidade são sempre altos e se a Gaming Portugal é hoje uma máquina relativamente bem oleada, isso acontece em grande parte graças ao seu trabalho.
Diogo Mota
Advertisements

Também poderás gostar de:

A Gaming Portugal Recomenda

 

Deixe um comentário

Política de Privacidade & Cookies

Este site (tal como todos os outros) utiliza cookies. Ao navegares na Gaming Portugal estarás a consentir a sua utilização.