Indie Report Jogos Indie

Plasma Puncher: Indie Report

Plasma Puncher é um pequeno jogo de ação 2D independente e mais um produto do mercado brasileiro que promete proporcionar muitos momentos de diversão.

Este “brawler” que chega ao PC em Maio através da Steam, está a ser desenvolvido pela Tomato Trap e destaca-se pelas suas cores vibrantes e visuais cheios de personalidade. Ele conta-nos a história de uma célula branca que se vê obrigada a lutar quando o seu lar é invadido por um micróbio gigante acompanhado por uma horda de micro-organismos dispostos a espalhar o terror na corrente sanguínea.

No papel da última célula branca resta-nos então lutarmos para destruirmos o Micróbio-Mãe e o exército virulento que ela carrega. O jogo está recheado de momentos de ação intensos sendo que a nós compete-nos destruirmos as vagas de inimigos que vão surgindo.

Os cenários circulares (como se pode ver no vídeo de cima) são muito interessantes e marcados pelas tais cores vibrantes e um trabalho artístico que parece estar acima da média.

Plasma Puncher é mais um jogo independente que aposta na simplicidade e numa jogabilidade fluída que vai directo ao assunto. A boa notícia é que haverá progressão, nomeadamente através de um sistema de upgrades que nos permitirá irmos evoluindo a personagem e ganharmos novos poderes e habilidades.

Depois de uma jornada bem sucedida no Steam Greenlight e de ter recebido luz verde da comunidade, Plasma Puncher caminha a passos largos para o seu lançamento oficial que está agendado para o início de Maio deste ano.

Nós olhamos com entusiasmo para mais um jogo independente cheio de promessa e no final resta-nos um pensamento sobre versões para outras plataformas, porque este é mais um daqueles títulos que por exemplo encaixaria na perfeição com a experiência portátil da Nintendo Switch.

Helio Costa
Apesar de ser editor, juntamente com o Diogo encarrega-se de gerir toda a equipa, é uma espécie de terceiro “boss” que muitas vezes acaba por ser o primeiro. Para além de escrever para o website ele é responsável pela verificação de conteúdo e por corrigir muitas das falhas que nós cometemos quando queremos trabalhar rápido demais.

Também poderás gostar de: