Artigos PC Tutoriais / Dicas

Warframe Guia: Parte 1

Warframe é um dos jogos free-to-play mais populares do planeta, no entanto para alguns jogadores um primeiro contacto com o jogo poderá deixá-los confusos e é por isso que decidi começar um pequeno guia.


Considera dares uma vista de olhos pelas outras partes do guia:

Este guia será naturalmente muito simplificado até porque existe uma Wiki extensa deste jogo. Porém o que vou tentar fazer é tocar em aspectos fundamentais do Warframe de uma forma que seja compreensível até para quem nunca o jogou.

10 anos atrás a Digital Extremes começou a trabalhar num jogo chamado Dark Sector cuja acção decorreria num cenário de ficção científica algures no infinito espaço. Os jogadores vestiriam a pele de uma personagem que tinha um fato mecânico com poderes extraordinários, já estão a perceber a ideia?

Como é óbvio esse jogo acabou por não vez a luz do dia, no entanto a Digital Extremes aproveitou o conceito e transportou-o para um novo projecto que foi revelado dois anos depois em 2012 com o nome que todos conhecemos hoje, Warframe.

O meu primeiro contacto com o Warframe foi na primeira BETA fechada que teve lugar em Outubro de 2012 (até parece mentira que já passaram estes anos todos). Na altura o jogo nada tinha a ver com a versão de 2018 mas já se conseguia perceber que se tratava de um projecto com um enorme potencial.

Hoje Warframe é um sucesso em todas as áreas e a prova de que um jogo free-to-play pode incluir micro-transacções sem que isso prejudique a integridade da experiência.

A história…

O Warframe conta-nos a história dos “Tenno“, uma raça de guerreiros que acordaram depois de estarem durante séculos em animação suspensa. Quando acordam eles apercebem-se de que o Universo é dominado por duas forças: os “Grineer“, uma raça de clones humanos deteriorados e militarizados que exercem o seu domínio com a força do metal e os “Corpus“, uma mega-corporação especializada em robótica e lasers e que faz da tecnologia avançada o seu ponto forte. Ambas são inimigas dos Tenno mas não são as únicas…

Os “Infested” (infectados) são outro dos grandes problemas do Universo, eles foram vitimas do vírus “Technocyte” que os transformou numa espécie de zombies ferozes que perseguem e tentam destruir tudo o que lhes aparece à frente.

Finalmente restam apenas os poderosos “Sentients” que são seres mecânicos extra-terrestres que também não gostam dos Tenno.

Resumindo: os Tenno acordam e percebem que estão rodeados de inimigos e cabe-nos a nós devolver um pouco de equilíbrio a um império que está à mercê de todas estas forças maléficas.

A história do Warframe é longa, está muito bem elaborada e vai-nos sendo desvendada através das “Jornadas” que são uma espécie de missões do modo de história.

Completar todas as jornadas deve ser um dos objectivos de qualquer novo jogador até porque em muitas delas pode-se ganhar equipamentos valiosos como novos “Warframes”.

Os Warframes…

O warframe como o próprio nome indica, é uma armadura que possui habilidades especiais e faz do Tenno um guerreiro de elite. No início nós podemos escolher um de 3 warframes e creio que neste momento os disponíveis são: o Excalibur, o Volt e a Mag. Os três possuem habilidades diferentes, eu diria que o Excalibur é o mais amigo dos novatos, mas sugiro que visitem os links que coloquei no nome da cada warframe para saberem mais sobre cada um deles.

O primeiro warframe é só o início da jornada porque ao todo existem 34 warframes neste jogo sem contar com as versões “prime” de alguns deles que são modelos melhorados de warframes existentes. Ou seja, é muito warframe disponível especialmente se tivermos em conta que todos eles têm habilidades e formas de jogar diferentes. Quem os quiser conhecer pode visitar este link.

Para tanta armadura é também necessário equipamento que as acompanhe e no Warframe existe uma quantidade astronómica de armas. Metralhadoras; caçadeiras; pistolas; armas laser; espadas; facas; bastões; snipers; martelos e sabe Deus mais o quê.

O que tudo isto significa é que há diversidade neste jogo e acima de tudo que nós podemos moldar um warframe à nossa medida.

O sistema de modificações…

As Modificações (também conhecidas por mods) são uma espécie de cartas que podemos equipar em “slots” disponíveis nos warframes, armas e companheiros de forma a torná-los mais poderosos.

Num primeiro contacto o sistema de modificações pode parecer confuso mas conhecendo as bases ele até nem é assim tão difícil de perceber. Aqui vai uma pequena ajuda que de resto está disponível na Wiki do jogo e que eu considero bastante relevante para quem pretende perceber este sistema.

Mods têm 6 atributos
  • Tipo de mod
  • Raridade: Quantas vezes um mod é dropado.
  • Custo de energia: Quanta energia consome um mod do equipamento.
  • Polaridade‘: Ajusta o custo de poder das slots.
  • Nível: Força do mod.
Raridade Dos Mods

Bronze – Fácil de se encontrar
Prata – Pouco comum
Ouro – Raro

Custo de Energia Mods

Warframes, armas e companheiros têm sempre uma capacidade limitada para a colocação de mods que é igual ao seu rank (máximo 30). No entanto essa capacidade pode e deve ser aumentada com recurso a “Reactores Orokin” (para os warframes, companheiros e Archwings) e “Catalisadores Orokin” (para as armas).

Por exemplo, a aplicação de um “Reactor Orokin” a uma warframe aumenta a sua capacidade para o dobro. Vamos supor que eu tenho uma Warframe a nível 30, sem um “Reactor Orokin” aplicado ela tem 30 pontos disponíveis para a aplicação de mods, já com a utilização de um reator ela fica com 60 pontos disponíveis.


pro tip: A aplicação de reactores e catalisadores orokin é fundamental para a construção de uma warframe e armas poderosas. Está sempre atento às missões disponíveis porque ocasionalmente algumas delas terão como recompensa estes itens e tu vai querer fazê-las sempre que elas estiverem disponíveis.


Cada mod tem um chamado custo de energia (chamemos-lhes “custo de pontos”). Ou seja, cada mod vale um determinado número de pontos e assim que o equipamos vamos ficando com menos pontos disponíveis.

Suponhamos mais uma vez que eu tenho um warframe no nível máximo com um “Reactor Orokin” aplicado, isso significa que tenho um máximo de 60 pontos para preencher. Se equipar um mod que vale 10 pontos ficam a sobrar 50 pontos, mais um que vale 10 pontos e já só tenho 40 pontos disponíveis e já estão a ver a ideia não é?

Polaridade

Algumas “slots” de colocação de mods possuem uma polaridade específica e são acompanhadas de um símbolo. Nestes casos devemos sempre colocar um mod cuja polaridade seja compatível à da “slot” (ou seja, que tenha o mesmo símbolo).

Por exemplo: se eu tenho um mod que vale 10 pontos e que possui uma polaridade igual a uma “slot” que está disponível, quando colocar o mod naquela slot vou reparar que ele não me rouba os esperados 10 pontos, mas sim 5 ou 7 (o valor será sempre menor mas varia de acordo com o mod). Isto vai permitir-me colocar mods mais poderosos com um custo de energia menor. Escusado será dizer que permitir que um mod que custa 10 pontos seja aplicado por metade do seu valor dá sempre jeito.


pro tip: A polarização de uma “slot” (o espaço para a colocação de um mod) só pode ser realizada quando uma warframe, arma ou companheiro atinge o nível 30. Para o fazeres necessitas de uma “Forma e quando isso acontecer o teu warframe, equipamento ou companheiro retornam ao nível 0 sendo necessário voltares a subi-lo para 30. No entanto a aplicação da polaridade vai garantir que todos os mods que sejam daquela polaridade tenham um custo de pontos inferior quando forem colocados na respectiva “slot”.


A Forja, os Diagramas, os Componentes

Praticamente tudo no Warframe pode e deve ser construído. O sistema é simples: nós precisamos de jogar e reunir todos os recursos e componentes necessários para construirmos desde warframes, armas, companheiros e até itens cosméticos.

Para fazermos isso tudo temos à nossa disposição uma “Forja” e na realidade não há muito que saber. Assim que tiveres os recursos e componentes necessários para criares algo basta iniciares a construção que poderá demorar desde 1 minuto, 6 horas ou até dias dependendo do que estás a construir.

Por exemplo para construíres um novo Warframe vais necessitar do seu diagrama completo bem como os diagramas das componentes que fazem parte dele. Terás de construir cada componente antes de poderes iniciares a construção do warframe completo num processo que deverá demorar vários dias.

A espera pela construção pode ser apressada com recurso à “Platina” que é a moeda “premium” disponível no jogo, contudo são muito poucos os jogadores que a gastam dessa forma. Num jogo onde há tanto para fazer ninguém tem problemas em esperar, pelo contrário é tempo que se pode utilizar a atingir outros objectivos.

O acesso à “Forja” só é disponibilizado após um tutorial que explica aos jogadores o seu funcionamento. Depois disso a forja será a tua maior amiga e nela construirás um pouco de tudo.


pro tip: Deixa o que quiseres a construir na Forja e utiliza o tempo de espera para reunires mais componentes e ganhares mais créditos para construções num futuro próximo. Não te esqueças de vasculhares bem todas as missões por recursos, mais para a frente vais precisar de fazer muitas construções e não vais querer ter falta de materiais.


Afinidade, Experiência e Nível de Maestria

Inicialmente alguns jogadores podem ficar baralhados com os níveis mas permitam-me em poucas linhas explicar de modo geral como tudo funciona.

  1. Quando jogamos com novos warframes, armas ou equipamentos, eles estão a nível 0;
  2. Depois à medida que jogamos vamos ganhando “afinidade” (experiência) e vamos também subindo de nível;
  3. O nível máximo para um warframe, uma arma ou companheiro é o nível 30.
  4. Para além dos níveis dos warframes e das armas existe ainda o “nível de maestria” que é um método de medir o progresso do jogador de acordo com o conteúdo do jogo que ele já experimentou.

A “Afinidade” é essencialmente a experiência que ganhamos quando fazemos missões, matamos inimigos ou completamos qualquer outro tipo de objectivos no jogo. Ora é esta mesma “Afinidade” (ou chamem-lhe de experiência ou XP) que aumenta o nível dos warframes, companheiros e armas até ao máximo de 30.

O nível de “nível de maestria” está ligado à nossa experiência geral com o jogo. Por exemplo à medida que vamos subindo o nível de afinidade de um Warframe, ganhamos também pontos de maestria e o mesmo acontece se o fizermos com armas e outros equipamentos. Quando desbloqueamos o caminho para outros planetas também ganhamos pontos de “maestria” e quanto maior for o conteúdo do jogo a que tivermos acesso, maior será o nível de maestria.

Isto significa que um jogador com um nível de maestria de 15 já teve contacto com um maior volume de conteúdo do jogo do que um jogador de nível 5. Neste caso o de nível 15 provavelmente já terá levado ao nível máximo um maior número de Warframes, armas e equipamentos para além de muito provavelmente já ter desbloqueado todos os planetas do sistema solar bem como finalizado as jornadas (história do jogo).

O “nível de maestria” também é diferente da afinidade porque somos obrigados a realizar um teste especial após acumularmos os pontos necessários para subirmos de nível. Eles são testes nos quais devemos quase sempre provar as nossas habilidades a jogar Warframe. Por exemplo: temos de matar 30 inimigos num curto período de tempo e se o conseguirmos fazer subimos para o próximo “nível de maestria”.

Resumindo: um jogador pode ter uma Warframe e armas todas a nível 30, mas ter um “nível de mestria” de 5, enquanto outro pode estar na mesma situação mas possuir um “nível de mestria” de 15. A diferença entre os dois é que o de nível 15 terá uma maior experiência com o jogo e consequentemente terá também regalias como acesso a mais armas, warframes, mods etc.

Eu sei que pode parecer confuso mas o jogo faz um bom trabalho de explicação e novamente a Wiki será uma ajuda preciosa para quem tiver dificuldades.

Créditos, platina, dinheiro real e micro-transacções…

Existem dois tipos de moeda neste jogo:

  1. Créditos – que são obtidos através das missões disponíveis no jogo, são relativamente fáceis de obter e são usados para um pouco de tudo;
  2. Platina – pode ser obtida de uma de duas maneiras: através da compra com dinheiro real ou através de trocas entre jogadores dentro do jogo. É esta mesma platina que depois podemos utilizar para fazermos compras na loja disponível no jogo.

Regra geral os títulos free-to-play recorrem a uma moeda “premium” com a qual os jogadores podem realizar as tais micro-transacções na própria loja do jogo. No Warframe ela chama-se “Platina” e tal como referi em cima, ela pode ser adquirida ou através de compras com dinheiro real ou via trocas entre jogadores no jogo.

A “platina” do Warframe é fundamental por várias razões: como já tinha mencionado ela pode acelerar a velocidade de fabricação; com ela podemos comprar novas armas e equipamentos sem necessitarmos de fazer “grind” (reunir todos os recursos e componentes necessários) para os obtermos; com ela podemos comprar espaços adicionais no inventário e outros componentes importantes para a melhorarmos armas, warframes e equipamentos (por exemplo: reatores e catalisadores orokin, adaptadores exilus entre outros).

A boa notícia é que não obstante de ela ser fundamental, a mesma pode ser adquirida gratuitamente “ingame” através do sistema de trocas.

O sistema de trocas…

O sistema de trocas no Warframe é bastante simples e pode ser explicado da seguinte forma:

  1. Eu jogo e com o tempo vou obtendo componentes de construção de armas, warframes, mods e muito mais;
  2. Eu coloco esses mesmos componentes à venda por um determinado número de platina (exemplo: vendo item X por 30 de platina);
  3. A troca é realizada, eu dou o tal componente enquanto o outro jogador me dá o valor em platina;
  4. Transacção feita e eu fico com platina na minha conta que foi adquirida gratuitamente.

Obviamente para conseguirmos obter componentes que sejam desejados será necessária alguma “grind”, porém o sistema de obtenção de grande parte destes componentes depende também da sorte individual, o que significa que até um jogador relativamente novo no jogo poderá ter na sua posse um componente valioso que lhe poderá render alguma platina.


protip: Não vendas armas, companheiros, warframes ou componentes por créditos sem antes verificares o seu valor no jogo. Por vezes jogadores novatos acabam por vender peças de warframes que lhes poderiam ter rendido centenas de platinas.


Na realidade a maior parte dos jogadores experientes no Warframe não gasta muito dinheiro real no jogo, habitualmente as suas compras de “platina” só se realizam quando a Digital Extremes faz descontos significativos nos pacotes de platina. Por vezes os jogadores aproveitam esses descontos para comprarem alguma “platina” extra, no entanto uma boa percentagem da platina que têm costuma ser obtida através do sistema de trocas.

Naturalmente as micro-transações são a principal forma de financiamento deste jogo, desta forma a compra de platina é uma forma de apoiar o seu desenvolvimento continuo. Mesmo assim eu recomendo que evitem comprar platina aos preços normais e esperem sempre pelas promoções.


protip: Se porventura pretenderes comprar platina no Warframe, espera pelos descontos frequentes que são oferecidos geralmente como recompensas de login. Compra apenas quando a promoção for igual ou superior a 75% e terás feito um bom negócio.


  • Mas quem compra platina terá vantagens?

A resposta é sim mas são vantagens temporárias. Ou seja, um determinado jogador poderá ter acesso a uma arma ou Warframe primeiro do que tu, mas se continuares a jogar eventualmente conseguirás o mesmo. O Warframe não é um “pay-to-win” é mais um “pay-if-you-don’t-want-to-wait-or-grind-too-much” e por vezes não é porque um jogador gasta toneladas em “platina” que ele consegue ter uma Warframe mais poderosa do que outro jogador que gasta menos platina mas investe mais tempo no jogo.

Sim, existem jogadores que raramente gastam dinheiro em platina e têm alguns das warframes e armas mais poderosas do jogo. Nem muita platina consegue superar o “grind” neste jogo e quem estiver disposto a dedicar-lhe umas valentes horas será com toda a certeza melhor recompensado do que aqueles que compram demasiada platina.


protip: Se tiveres platina gasta-a de uma forma inteligente, recorre por exemplo ao Warframe Market que possui um pouco de tudo e geralmente a preços acessíveis. Aproveita também e coloca por lá à venda componentes que não necessites porque é uma boa forma de ganhares platina extra. A compra e venda de componentes faz parte da experiência de jogo e se quiseres ter sempre “alguma platina no bolso” então precisas de aprender a comprar e vender no mercado.


E chegámos ao fim da primeira parte do meu guia. Como é óbvio isto foi uma abordagem bastante simples ao que é o Warframe, mas poderá ser uma boa ajuda para aqueles que estão agora a começar a explorar o jogo. Nas próximas partes abordarei questões um pouco mais específicas mas sempre com alguma leveza para ajudar a compreensão.

Se tiveres outras dicas importantes para partilhar deixem-nas em baixo na área de comentários.


Considera dares uma vista de olhos pelas outras partes do guia:

Também poderás gostar de:

 

ESTAMOS AGORA AO VIVO!
TRANSMISSÃO AO VIVO AGORA OFFLINE